terça-feira, 31 de maio de 2011

Homenagem à homenagem

Escrevi aqui sobre você se masturbar pensando em um conhecido e contar a essa pessoa. Mas sabe o que é ainda melhor? Mostrar a ela. Acredito que este era o espírito desta homenagem à homenagem. Tenho certeza de que a garota da foto deve ter se sentido bem feliz. E, provavelmente, homenageou a homenagem à homenagem.




Dia desses rolou algo parecido no Pequenos Delitos.

Abundância



Recebi um e-mail do Batman, do nosso chat, com esta foto e achei graça já que hoje a minha intenção era justamente falar sobre bundas masculinas.

Mulheres também gostam de bunda. Eu gosto, pelo menos. Sou daquelas de virar a cabeça quando um homem bonito passa só pra ver a bunda. E de apalpar, morder... E não, isso não é vontade de fazer fio-terra, fiquem tranquilos, machões de plantão.

Uma vez eu li em algum lugar que a bunda do homem pode mostrar como ele é na cama. Eu não sei decifrar, minha apreciação é puramente estética. Tem como dizer que isso tudo aqui embaixo é feio?








[Oráculo: Walter Kurtz]


sábado, 28 de maio de 2011

Homenagem


Você já se masturbou pensando em algum conhecido ou conhecida? Eu já. Várias vezes. Freqüentemente, ex-namoradas ou garotas com quem eu transei (relembrando as transas em questão), mas nem sempre. Vez ou outra eu penso em alguma amiga com quem eu gostaria de transar e, às vezes, com uma conhecida que eu nem tenho tanta vontade, mas que surgiu na minha imaginação naquele instante.

Provavelmente isso já aconteceu com você também. E eu pergunto... Você contou pra pessoa? Eu adoro quando uma amiga minha confessa ter me homenageado. Também já confessei pra algumas amigas, e elas pareceram ter gostado.

Muitos, porém, não contam. Por que isso? Vergonha, é óbvio. Falta de intimidade também. Mas eu não consigo imaginar NENHUMA situação em que eu iria ficar incomodado se a pessoa simplesmente me contasse que se masturbou pensando em mim. Nem se fosse uma garota feia ou um homem. Não deixa de ser um elogio...

Por isso eu recomendo: se você homenagear algum conhecido seu, avise. Se ele não for muito estranho, ele ficará feliz por se sentir desejado.

E você? Já homenageou ou foi homenageado por algum conhecido ou conhecida?

A boa do fim de semana é se agasalhar

Eu não sei quanto a vocês, mas eu acordei com bastante frio. Ainda não tive coragem de ir até à janela para ver se o tempo está fechado mesmo ou se é alguma anomalia climática aqui em casa. De qualquer forma, em tempos assim, é importante nos agasalharmos para não ficarmos doente. Pneumonia mata, gente!

Podem reparar que as moças das fotos estão sempre com alguma peça de roupa de frio. Pode ser um casaco de pele, um gorro, um cachecol ou apenas um par de luvas. O importante é não estar desprotegido contra o frio.

PS.: O Manual das Encalhadas recomenda agasalhar o croquete.































sexta-feira, 27 de maio de 2011

Post Messias #71

O dia do orgulho nerd foi esta semana. Ele foi celebrado pela primeira vez em 25 de maio desde 2006, comemorando a première do primeiro filme da série Star Wars, em 1977. É uma iniciativa que advoga o direito de toda pessoa ser um nerd ou um geek. Teve origem na Espanha ("dia del orgullo friki", em espanhol).

[ÁLCOOL]
Notícia: Cerveja da Velhas Virgens
Gif: Beber até cair
Imagens: A arma do ninja bêbado
Imagem: Lembre-se
Dica: Como entrar com cerveja em estádios de futebol
Texto: Dicas de Vinhos e Drinks Para o Dia dos Namorados
Imagem: A geladeira dos Campeões
Texto: Companheiro do enófilo

[ARTE]
Vídeos: Videoterapia
Artigo: Diálogo Silencioso
Imagens: "Cavalos"
Imagens: As belas mulheres de Jaroslav Wieczorkiewicz
Artigo: Arte tumular erótica
Artigo: Os papas de Francis Bacon
Imagens: Fanny François
Imagens: Mãos
Filme: Cabeças Prateadas
Vídeo: Faça música com sua calça jeans usada
Imagens: Luzes, balões e soldadinhos de brinquedo

[SEXO]
Texto: Quando trair faz bem
Artigo: Posições sexuais
Imagem: Susan Storm nua
Texto: Tirando um Sarro
Texto: Garotos de programa respondem
Texto: O Que Fazer Para Não Gozar Tão Rápido
Vídeo: Pílula Anticoncepcional masculina
Imagens: Trabalho duro
Notícia: Hotel para nudistas
Quadrinho: Mario corno?
Gráfico: Tempo pessoal para pornografia
Imagens: AIDS mata
Notícia: Sistema detecta som de sexo para barrar pornografia no trabalho
Texto: 10 pecados que as mulheres cometem sobre sexo oral
Artigo: Especialidade da casa...
Vídeo: Nude Gaming Party
Texto: E se Eles Demoram a Gozar?
Música: My neck, my back
Imagem: Imaginação Fértil
Imagem: Pagando bem, que mal tem?
Vídeo: Aprenda a botar a camisinha antes que...
Artigo: Fui ter um filho e ops… acabei tendo um orgasmo.
Imagens: As 10 posições sexuais favoritas das mulheres
Texto: Saia da “Zona de Conforto”
Imagem: O que acontece em Vegas...

[OUTROS]
Vídeo: Adoro ser ateu
Imagem: Porco, um animal sagrado!
Vídeo: Nova Campanha Contra Homofobia Governo do Estado RJ
Imagem: BRB
Texto: Homem que chupa pau

quarta-feira, 25 de maio de 2011

Shhh

Um conto enviado pela Geninha. Acho que é baseado em fatos reais... Se quiserem um conto publicado aqui, já sabem: é só mandar um e-mail para sociedadedionisiaca@gmail.com.

Sabe aquelas noites em que a gente quer sair de qualquer jeito, dancar e beber a noite toda e voltar pra casa só de manha, mas não encontra companhia?

Era uma noite dessas, mas ela não é de desistir tao fácil.

Saiu sozinha mesmo, aproveitou para conhecer um lugar novo.

Lá pelas tantas, apareceu aquele que mudaria tudo: cabelos compridos, bandana a la Jack Sparrow, unhas pintadas de preto. Estava apaixonada.

Depois de 5 minutos de conversa, já estavam se beijando. Mais um pouco e a mão dele já havia achado um jeito de se enfiar por baixo do vestido.

- Aqui não - apesar de bêbada, ainda teve tempo de falar.

E o que parecia ser o início de uma noite promissora, acabou por ali mesmo.

- Vou ver meus amigos. Até mais.

E agora? O que fazer com o tesão prestes a explodir? Decidiu beber mais. Caiu num canto, completamente bêbada.

Até que um dos amigos do Captain Jack apareceu... Uma carinha de moleque, jeitinho de ser bonzinho demais. Definitivamente não rolaria nenhuma química entre os dois.

- Eles já estão fechando, você não vai pra casa?

- Não quero ir pra casa! (Quero transar, era o que ela queria dizer, mas não disse).

- Então vem com a gente. Estamos num hotel aqui perto.

Naquela altura, já não sabia dizer não. Chegando lá, a supresa: era um quarto com 5 homens e 5 camas. "Como que eu vou dormir aqui?", pensou.

O amigo bonzinho parece ter ouvido.

- Você pode dormir na minha cama e eu durmo no chão. Ou a gente pode dormir na cama juntos, se você não se importar.

- Ah, não me importo não.

E deitaram, cada um de um lado da cama de solteiro.

30 segundos depois.

- Posso colocar meu braço assim? - perguntou, já abracando-a.

- Pode.

E ela sentiu algo mais além do braco. Não é que o amigo bonzinho era bem esperto?

Do abraço, a mão já escorregou para os seios. E logo depois para a calcinha, que desapareceu magicamente.

(Ninfomaniacas de carteirinha como ela nao precisam se muito para se excitarem...)

2 minutos depois já estavam transando, com os 4 amigos dormindo (ou não) no mesmo quarto. Não podiam fazer barulho, então não fizeram. Não falaram mais nada.

Ela não sabia nem onde estava, nem sabia o nome dele.

E gozou antes do primeiro beijo.

terça-feira, 24 de maio de 2011

Pop Porn Festival



A primeira edição do Pop Porn Festival acontecerá em São Paulo, entre os dias 26 de maio e 02 de junho.

Inspirado no Pornfilmfestival Berlin, o Pop Porn Festival pretende subverter a indústria da pornografia e transitar entre as fronteiras da indústria do sexo, cultura pop e arte. Segundo os idealizadores, o evento “é uma plataforma para apresentar, discutir e fomentar uma produção de pornografia para além da indústria do consumo massivo, que geralmente fortalecem discursos hegemônicos e estruturas de poder e opressão.”

A programação será composta por filmes, fotografias, performances, publicações, acervos e conversas. Serão exibidos desde clássicos do cinema, como “Último Tango em Paris” (1972), de Bernardo Bertolucci, até produções pornográficas alternativas e há coisas interessantes como a exposição do acervo pornográfico de objetos encontrados numa mala deixada por um morador num depósito em São Paulo.

As mesas de debate, que contam com convidados ilustres, terão como temas Sexo @ Internet, Pornografia & Feminismo e Páginas Picantes: O Ardor da Literatura Sexual. Performances acontecerão o tempo todo e haverá ainda o workshop Home Made Porn Videos, que investigará formas de ser original ao criar filmes eróticos e pornôs caseiros e mais cinco festas temáticas.

A programação completa, sinopses dos filmes, endereços e outras informações estão no www.popporn.com.br

Eu estarei por lá. Você vai perder?
[Oráculo: Matilha Cultural]

Olá!


Eu sou a Júlia e talvez você já me conheça dos comentários ou do chat da SD.

Eu gosto de usar blusa verde com calça preta, de comer chocolate enquanto assisto televisão e de dançar até sentir dor, mesmo não dançando bem.

Sei que não se acentuam os monossílabos tônicos terminados em i ou u, exceto se for éi, éu ou ói, seguidos ou não de “s”, mas assino mesmo assim. E eu nunca, jamais, em tempo algum abro mão da minha liberdade.

Estou dizendo tudo isso porque a partir de hoje vou colaborar com a SD e o Will gosta de posts de apresentação. Eu não sou boa em falar de mim, como deu para ver, mas se quiser perguntar, eu adoro responder.

Minha relação com Dionísio se dá muito mais pela arte, até porque ela veio MUITO antes que o álcool e o sexo. Gosto de citar o Leandro D`Errico, meu amigo e professor que diz que encontrou no teatro a sua forma de rezar. É bem por aí. E eu já rezo assim há 13 anos. Mas isso não quer dizer que eu dispense um bom sexo e um bom vinho, é claro.

O convite para escrever aqui foi mais um “se tá achando ruim, faça melhor” do que um convite. Então, além de atender um pedido antigo do Will de falar sobre arte, que eu não atendia por insegurança, estou aqui para postar, entre outras coisas, material que excite quem gosta de homem.

Para isso, eu conto com a ajuda de vocês. Então, por favor, não hesitem em dizer o que gostariam de ver por aqui!!!

Podem enviar pedidos e sugestões para sociedadedionisiaca@gmail.com ou diretamente para mim, no julia.sociedadedionisiaca@gmail.com (Também aceito cantadas, propostas de trabalho, dinheiro...), e é claro, adicionar o chat (group109667@groupsim.com) e conversar comigo e com toda a galera. Se você ainda não está por lá, não sabe o que está perdendo!

Beijos e até mais!