terça-feira, 14 de abril de 2015

Cientistas descobrem o gene da promiscuidade

Cientistas americanos de três universidades (Binghamton University, University of Georgia e Brown University) realizaram um estudo conjunto que liga o gene DRD4 ao sexo casual e à infidelidade.

O estudo analisou amostras do DNA de 181 pessoas comparadas com seu histórico sexual. A conclusão é que quem tem o DRD4 é mais propenso a ter um comportamento "promíscuo" (para os cientistas, isso equivale a já ter feito sexo casual ao menos uma vez). Além disso, metade do grupo que tem esse gene no corpo assumiu já ter traído.

A explicação científica é de quem tem esse gene busca mais a recompensa rápida, como a liberação de dopamina. Essa substância é liberada em maior quantidade quando você liga o ato a um risco. Como comer chocolate quando se está de dieta ou envolvimentos sexuais mais espontâneos.

Confiram detalhes do estudo clicando aqui (site em inglês).

Porcentagem de quem afirma ter tido relações sexuais "promíscuas"

Porcentagem de quem afirma ter tido relações extra-conjugais

Média de parceiros extra-conjugais

Nenhum comentário:

Postar um comentário