segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

O Pinheirinho está tomado!

Poema que um morador de Pinheirinho escreveu sobre a violenta desocupação. Fiquei sabendo por um vídeo que tenho orgulho de dizer que foi feito por um amigo meu. Atualmente ele está fazendo greve de fome em frente à Rede Globo para protestar contra a cobertura injusta da mídia.

Uma ninhada de tucano
De uma noite para o dia
Veio do mundo afora
Pondo o povo em perigo.

Em pleno final de semana,
Enquanto o povo dormia,
Invadiram o acampamento
Numa maior covardia.

Todo mundo acordou
Chamando o seu companheiro,
Pois já haviam tomado
O acampamento inteiro.

Homem, mulher e criança gritavam desesperados,
Dizendo um para o outro:
"O Pinheirinho está tomado!"

Era o batalhão de choque.
Veio a cavalaria
Pra expulsar o povo
Numa maior covardia.

Jogavam gás de Pimenta
Sufocando todo mundo,
Tratando os trabalhadores
Como sendo vagabundos.

A juíza e o prefeito
De longe nos assistindo.
A comunidade chorando
Enquanto os dois estavam rindo.

Depois de nos jogar na rua,
Segue a perseguição.
Não sei se eles são de pedra
Ou gente sem coração.

Parece mais uma guerra.
Onde isso já se viu?
Ou será que nós somos
Outro país no Brasil?



Aproveito para pedir que os leitores da SD compareçam ao local do protesto pra dar seu apoio diretamente ao Pedro. Levem água ou o que mais acharem que ele pode precisar. Estarei lá amanhã às 18h.

Nenhum comentário:

Postar um comentário