quarta-feira, 29 de junho de 2011

Gosto musical influencia comportamento sexual


O site Tastebuds se propõe a promover encontros entre pessoas solteiras que compartilhem o mesmo gosto musical. Por diversão, o fundador Alex Parish resolveu fazer uma enquete sobre o comportamento mais provável em um primeiro encontro. As opções de resposta eram:

A- "Só me encontraria para bater um papo";
B-  "Talvez desse um beijo";
C -  "Iria até o fim se houvesse química". 

408 respostas depois, foi feita uma comparação entre elas e o gosto musical de cada usuário.  Os mais propensos a transar no primeiro encontro são os fãs de Nirvana, seguidos dos que curtem Metallica, Linkin Park, Kanye West e Gorillaz. O Top 5 dos mais santinhos é encabeçado pelos fãs de Coldplay e segue com fãs de Adele, Lady Gaga, Katy Perry e Kings of Leon.  Vai entender, né?! A lista de artistas ainda tem nomes como The Beatles e Rihanna (Ver gráfico abaixo).  



Não é possível saber a proporção de homens e mulheres que responderam a enquete e Parish lembra que nessa era do download de músicas, ser fã de alguma banda é um conceito falso. Mesmo assim, ele promete novas enquetes no futuro.

[Oráculo: Rawr]

Pergunta: Quem gosta de Nirvana e de Coldplay, fica como?

Recordes Sexuais #5 : Primeira mulher nua no palco


a Série
 A primeira vez que uma mulher apareceu no palco completamente nua estava no Folies-Bergere, casa de musica em Paris, em 1912.

Ela só foi visível por um momento. Temia-se que um escândalo se seguiria, mas nada de ruim aconteceu.

Depois a "nudez musical" virou até uma tradição da casa que existe até hoje, que pelo que entendi é uma espécie de "Cine Íris" de lá.

terça-feira, 28 de junho de 2011

Veado vingativo

Olha só a notícia que eu vi no G1!
Quero ver o pessoal dessa igreja continuar com a homofobia!

segunda-feira, 27 de junho de 2011

O Circo mais bonito da cidade

Este vídeo é uma bonita história de superação. Um grupo de amigos estava sem dinheiro para beber e teve que usar criatividade e muito talento para conseguir uns trocados a mais para continuar a noite.


Não há obstáculo que seja intransponível quando o objetivo vale a pena.

sexta-feira, 24 de junho de 2011

Homofóbicos têm desejo sexual pelo mesmo sexo? Cientistas dizem que sim


É ciência. No caso, a constatação de um estudo lá da Universidade de Georgia, nos EUA. Tudo bem, a pesquisa é de 15 anos atrás, mas, em vista de toda a discussão que tem rolado a respeito do casamento gay, da criminalização da homofobia e por aí vai, comentá-la ainda é relevante. “A homofobia está aparentemente associada à excitação homossexual“, apontam os pesquisadores, “que o indivíduo homofóbico desconhece ou nega“.

Antes de tudo, os especialistas perguntaram a homens heterossexuais o quão confortáveis eles se sentiam ao redor de homens gays. Com base nesses resultados, dividiram os voluntários em dois grupos: os que exibiam sinais de homofobia (com 35 participantes) e os definitivamente não-homofóbicos (neste, eram 29, no total). Aí começou o teste.

Todos os homens foram colocados em salinhas privativas para assistir a vídeos “quentes”, de quatro minutos cada: um mostrava cenas de sexo entre um homem e uma mulher; outro, entre duas mulheres; e o último, entre dois homens. Enquanto a sessão se desenrolava, um aparelho, ligado ao pênis de cada participante, media o nível de excitação sexual de cada um. A engenhoca, segundo os cientistas, era capaz de identificar a excitação sexual sem confundi-la com outros tipos de excitação (como nervosismo ou medo).

Eis os resultados: enquanto assistiam aos vídeos de sexo heterossexual ou lésbico, tanto o grupo homofóbico quanto o não-homofóbico tiveram “aumento da circunferência do pênis”. Em outras palavras, gostaram do que viram. Mas durante o filminho gay “apenas o grupo homofóbico exibiu sinais de excitação sexual“, afirma o estudo. Pois é, eles até disseram que preferiam manter distância dos gays. Mas, opa, seus pênis contaram outra história.

Post Messias #75

Me atrasei e não tive tempo de procurar tema pro Post Messias de hoje. Tenho que partir pro LSD. Se eu tiver saco, amanhã eu edito isso aqui. Divirtam-se.

[ÁLCOOL]
Gráfico: Cerveja
Citação: Benjamin Franklin
Vídeo: Comercial de cerveja?

[ARTE]
Imagens: Infravermelho
Artigo: Fotografias em queda livre
Imagem: Cérebro masculino
Imagens: Minessota
Artigo: Música, circo e despudor
Imagens: Antártida
Artigo: Arte de guerrilha, segredos e animais
Imagens: Veteranos de guerra

[SEXO]
Vídeo: Erotismo ou pornografia?
Vídeo: Escovar os dentes faz bem!
Vídeo: Visita ao ginecologista
Texto: 5 utensílios domésticos para quem é ninfomaníaco
Vídeo: Casal animadinho nas arquibancadas de um estádio
Vídeo: Pegadinha do garçom bem dotado
Texto: Orgasmo? Como assim?
Links: Uma lista de sites picaretas que vendem serviços de acompanhante
Vídeo: Casal entra nu em catedral em protesto
Texto: 7 dicas para ter sucesso no sexo casual

[OUTROS]
Imagem: Moisés brincalhão
Artigo: Comece a pensar
Imagem: Versão muçulmana de Adão e Eva
Vídeo: Donald na Segunda Guerra
Imagem: Seu argumento é inválido

Quebra-Cabeça de duplo sentido

Aí vai um joguinho simples e divertido pra vocês matarem o tempo. A dica foi do Pipoca.


Pra jogar é mole. Arraste as peças e vá encaixando. Pra girá-las, é só selecionar e usar a rodinha do mouse. Não sei se tem outro jeito. Boa sorte.

quinta-feira, 23 de junho de 2011

Scoptophilia

Assim como passei pra Ju o blog de onde eu tirei as fotos dos caras fazendo performances com fogo, as fotos das mulheres que ilustraram o mesmo post aqui na SD foram retiradas de um blog específico, o scoptophilia. O site é bem objetivo ao definir a scoptophilia (ou escopofilia, em português).

"ESTE BLOG NÃO VAI REDUZIR A ESCOPOFILIA À SUA DEFINIÇÃO MORAL MAJORITÁRIA DE 'OBSERVAR OUTROS ENVOLVIDOS EM ATIVIDADE SEXUAL' NEM A SUA DEFINIÇÃO FREUDIANA DE 'ALGUÉM OBTENDO PRAZER EM SUBMETER OUTROS AO CONTROLE DE SEU OLHAR', MAS VAI USÁ-LA EM SUA ACEPÇÃO GREGA: 'O AMOR DE OLHAR'. MORALISTAS E PSICANALISTAS, FIQUEM LONGE."

Gostei do blog, porque, como muito do que apresentamos aqui, ele lida com arte e sexualidade de forma livre de preconceitos. Na verdade, é apenas um blog de arte, mas com uma forte tendência para arte erótica.

Abaixo vocês conferem a primeira imagem de cada post que estava na página principal do blog quando eu postei.

Saudades - Public Artistic Exhaustion

Anca Cernoschi - Nudes

S. J. Bang - Self portraits

Lyzane Potvin - La Fabrication de la Haine

Alexander Von Reiswitz - Zoogestalten

Shane Deruise - Various

quarta-feira, 22 de junho de 2011

Luau Sociedade Dionisíaca

Pra quem não puder viajar no feriado, que tal nos juntarmos para uma pequena confraternização noturna na sexta-feira? Sem muito mistério. Chegamos na praia, bebemos, conversamos, bebemos, cantamos, bebemos, nadamos, bebemos, jogamos, bebemos e por aí vai...


Tragam suas cangas, comidinhas e instrumentos musicais. E não falo só de violão. Quero ver pandeiros, gaitas, triângulos, violinos e sax!

Quanto às bebida, sugerimos vinho ou qualquer outra que seja agradável ao paladar à temperatura ambiente.

Recordes Sexuais #4 : Primeira revista de fotografia nú


a Série
A primeira fotografia de uma mulher nua reproduzida em uma revista foi na "Camera Work", fundada em 1902 por Alfred Stieglitz. Nem todas as imagens eram de nus, mas as fotografias nuas eram frequentes, geralmente feitas por fotógrafos famosos na época como Annie Brigman, Whitehead Clarence, demarquia Robert, Le Renee Begue e Eugene Frank.

Não consegui achar a data especifica do primeiro nú, mas foi por volta de 1910.

"Camera Work" tratava-se de uma publicação dedicada às artes em geral, embora com uma especial incidência sobre a fotografia.

A CW publicou também alguns trabalhos de pintores e escultores. Foi através dela que muita gente contactou pela primeira vez com trabalhos de Matisse, de Picasso e de Rodin, assim como com trabalhos de muitos fotógrafos contemporâneos ou já falecidos.

 Em 1998, a editora Taschen publicou uma obra de 800 páginas com todas as fotografias e ilustrações desta publicação - um verdadeiro tesouro fotográfico.

terça-feira, 21 de junho de 2011

Disfarces

Já escolheu o seu disfarce de hoje? É um rockstar pra cada dia da semana.







Quem descobrir qual foto é a minha ganha um prêmio.

[Dica do Batman, do nosso chat]

Performing Males

O Will é um chefe diferente. Ele mesmo vive repetindo que não manda, sugere. Outro dia ele me enviou um link, sem falar mais nada. Eu nem perguntei, resolvi postar.

O Performing Males é um blog com fotos, vídeos e histórias de rapazes nus, ou quase, em diversas situações. Quando eu digo diversas, exemplifico:
















segunda-feira, 20 de junho de 2011

Artista de 4 anos vende quadros a US$ 10 mil em Nova York


Resumindo a história: a menina de 4 anos faz uns quadros doidos, fechou uma exposição só pra ela e vende quadros a quase 10 mil dólares cada!

Confesso que tenho sérias dificuldades para aceitar que uma criança de 4 anos, que mal pode falar, possa ter um pensamento artístico. Ela simplesmente brinca com tinta e outros materiais e tem pais seqüelados e bem relacionados o bastante pra que essas colagens dela ganhem algum crédito em meio aos críticos. As pessoas ainda seguem e (provavelmente) sempre vão seguir a opinião dos chamados "especialistas"... Como ovelhas guiadas por um pastor...

Deixando a revolta de lado, porém, tenho que admitir que o parágrafo acima está carregado de preconceito. Não entendo de cores, composição e textura além do básico que aprendi em algumas aulas da faculdade, mas o que a diretora da galeria fala parece fazer sentido. Os quadros que aparecem na reportagem não me foram visualmente desagradáveis. Ver a forma como ela cria também me passa a impressão de que ela não faz qualquer merda.

Acho na verdade que a menina simplesmente deu sorte de receber o estímulo certo dos pais. Quando somos pequenos, somos treinados a desenhar tentando reproduzir a realidade, o que fica bem difícil devido às limitações de coordenação motora e outras questões inerentes à pouca idade. Desaprendemos a pensar textura, porque precisamos aprender a usar o papel liso e em branco; desaprendemos a pensar composição, porque estamos nos concentrando em reproduzir formas; desaprendemos a pensar cor de forma abstrata, porque somos ensinados a respeito das cores de cada objeto ("a maçã é vermelha" dizia a professora no meu jardim).

Aelita não. Ela provavelmente via seus pais brincando com tintas e outros materiais e começou a fazer o mesmo (nenhuma criança normal tem permissão dos pais pra colar esponjas, cabeças de boneca e talheres de prata num quadro salpicado de tinta). Tendo a possibilidade de fazer arte como toda criança gostaria de fazer, ela desenvolveu suas capacidades de forma muito mais livre e se concentrou em preocupações que talvez sejam muito mais instintivas e que desaprendemos com o tempo. "Acho que essa tinta ficaria boa com essa" e por aí vai.

Como dizem os pais, ela parece ver a arte de forma inocente, como uma criança que brinca com o que está na frente dela. Não há uma consciência artística por trás das obras. Nem talento. Pra mim isso é pura intuição, experimentação e bom gosto. Será que qualquer criança com as mesmas oportunidades não faria o mesmo?

Por fim, mesmo que fosse um adulto fazendo os mesmos trabalhos, eu teria uma séria dificuldade de considerar isso arte. Mas tendo a achar ainda pior o fato dela ser uma criança de quatro anos. Preconceito meu? Talvez. Você daria 10 mil dólares num quadro dela se pudesse?

Camisinha para bêbados

[Antes que o Will me mande outro recadinho, deixa eu postar isso aqui. =P]

Imaginem só como deve ser frustante não conseguir colocar a camisinha devido ao alto grau de álcool consumido. Nada contra receber uma ajudinha, mas se a outra pessoa também estiver ébria, é capaz de tudo ir por água abaixo.

R. Beau Thompson passou por isso e, jurando que nunca mais aconteceria, buscou a solução para os beberrões tarados. Inventou a Sensis Condom, uma camisinha com tiras que ajudam a desenrolar.



Em duas versões, uma mais fina que as convencionais e outra com  duas texturas (interna e externa), elas são, segundo o site oficial,"o primeiro avanço realmente significativo na tecnologia de preservativos em mais de 50 anos."

O Itália, do nosso chat, disse que já usou e que deu tudo certo. O Will disse que não consegue imaginar alguém com dificuldades em colocar a camisinha. Eu, não sei opinar, mas deixo a dica: é possível comprá-las pelo amazon.com.

[Oráculo: GasMask]

domingo, 19 de junho de 2011

Deus e seus filhos

Deus nos livre de um país evangélico

O pastor Ricardo Gondim escreveu um artigo falando do seu pavor em ver o Brasil se tornar um país completamente evangélico. Citando o que aconteceria na cultura e na ciência, o pastor prevê um verdadeiro caos nacional.


A dica foi da Ju. Não sei porque ela mesma não postou.



[Oráculo: Notícias Gospel]


“Começo este texto com uns 15 anos de atraso. Eu explico. Nos tempos em que outdoors eram permitidos em São Paulo, alguém pagou uma fortuna para espalhar vários deles, em avenidas, com a mensagem: “São Paulo é do Senhor Jesus. Povo de Deus, declare isso”.

Rumino o recado desde então. Represei qualquer reação, mas hoje, por algum motivo, abriu-se uma fresta em uma comporta de minha alma. Preciso escrever sobre o meu pavor de ver o Brasil tornar-se evangélico. A mensagem subliminar da grande placa, para quem conhece a cultura do movimento, era de que os evangélicos sonham com o dia quando a cidade, o estado, o país se converterem em massa e a terra dos tupiniquins virar num país legitimamente evangélico.

Quando afirmo que o sonho é que impere o movimento evangélico, não me refiro ao cristianismo, mas a esse subgrupo do cristianismo e do protestantismo conhecido como Movimento Evangélico. E a esse movimento não interessa que haja um veloz crescimento entre católicos ou que ortodoxos se alastrem. Para “ser do Senhor Jesus”, o Brasil tem que virar “crente”, com a cara dos evangélicos. (acabo de bater três vezes na madeira).

Avanços numéricos de evangélicos em algumas áreas já dão uma boa ideia de como seria desastroso se acontecesse essa tal levedação radical do Brasil.

Imagino uma Genebra brasileira e tremo. Sei de grupos que anseiam por um puritanismo moreno. Mas, como os novos puritanos tratariam Ney Matogrosso, Caetano Veloso, Maria Gadu? Não gosto de pensar no destino de poesias sensuais como “Carinhoso” do Pixinguinha ou “Tatuagem” do Chico. Será que prevaleceriam as paupérrimas poesias do cancioneiro gospel? As rádios tocariam sem parar “Vou buscar o que é meu”, “Rompendo em Fé”?

Uma história minimamente parecida com a dos puritanos provocaria, estou certo, um cerco aos boêmios. Novos Torquemadas seriam imp-’lacáveis e perderíamos todo o acervo do Vinicius de Moraes. Quem, entre puritanos, carimbaria a poesia de um ateu como Carlos Drummond de Andrade?

Como ficaria a Universidade em um Brasil dominado por evangélicos? Os chanceleres denominacionais cresceriam, como verdadeiros fiscais, para que se desqualificasse o alucinado Charles Darwin. Facilmente se restabeleceria o criacionismo como disciplina obrigatória em faculdades de medicina, biologia, veterinária. Nietzsche jazeria na categoria dos hereges loucos e Derridá nunca teria uma tradução para o português.

Mozart, Gauguin, Michelangelo, Picasso? No máximo, pesquisados como desajustados para ganharem o rótulo de loucos, pederastas, hereges.

Um Brasil evangélico não teria folclore. Acabaria o Bumba-meu-boi, o Frevo, o Vatapá. As churrascarias não seriam barulhentas. O futebol morreria. Todos seriam proibidos de ir ao estádio ou de ligar a televisão no domingo. E o racha, a famosa pelada, de várzea aconteceria quando?

Um Brasil evangélico significaria que o fisiologismo político prevaleceu; basta uma espiada no histórico de Suas Excelências nas Câmaras, Assembleias e Gabinetes para saber que isso aconteceria.

Um Brasil evangélico significaria o triunfo do “american way of life”, já que muito do que se entende por espiritualidade e moralidade não passa de cópia malfeita da cultura do Norte. Um Brasil evangélico acirraria o preconceito contra a Igreja Católica e viria a criar uma elite religiosa, os ungidos, mais perversa que a dos aiatolás iranianos.

Cada vez que um evangélico critica a Rede Globo eu me flagro a perguntar: Como seria uma emissora liderada por eles? Adianto a resposta: insípida, brega, chata, horrorosa, irritante.

Prefiro, sem pestanejar, textos do Gabriel Garcia Márquez, do Mia Couto, do Victor Hugo, do Fernando Moraes, do João Ubaldo Ribeiro, do Jorge Amado a qualquer livro da série “Deixados para Trás” ou do Max Lucado.

Toda a teocracia se tornará totalitária, toda a tentativa de homogeneizar a cultura, obscurantista e todo o esforço de higienizar os costumes, moralista.

O projeto cristão visa preparar para a vida. Cristo não pretendeu anular os costumes dos povos não-judeus. Daí ele dizer que a fé de um centurião adorador de ídolos era singular; e entre seus criteriosos pares ninguém tinha uma espiritualidade digna de elogio como aquele soldado que cuidou do escravo.

Levar a boa notícia não significa exportar uma cultura, criar um dialeto, forçar uma ética. Evangelizar é anunciar que todos podem continuar a costurar, compor, escrever, brincar, encenar, praticar a justiça e criar meios de solidariedade; Deus não é rival da liberdade humana, mas seu maior incentivador.

Portanto, Deus nos livre de um Brasil evangélico.

Soli Deo Gloria

Ricardo Gondim”

sábado, 18 de junho de 2011

A boa do fim de semana é curtir a fazenda


Continuando no clima junino iniciado no Post Messias de ontem, vamos visitar agora as fazendas americanas e conhecer um pouco mais do interior das fazendeiras dos Estados Unidos. Seja para relaxar, para respirar ar puro ou para ter um pouco de trabalho duro, a boa deste fim de semana definitivamente é curtir um tempo na fazenda.


Preparem-se para o que talvez seja a melhor dica de atividade para o fim de semana que já surgiu aqui na SD. São quase 100 fotos ilustrando o que pode ser feito numa fazenda e mais alguns vídeos. Divirtam-se.






























































































































E se você ainda não estiver satisfeito, aqui tem mais quatro vídeos que não dava pra incorporar.
http://galleries.pichunter.com/krawl/296/2965982/index.html

E aqui tem papéis de parede pro seu celular.
http://offers.waala.com.br/wallpaper/genre_35510/Sexy-Festa-Junina