terça-feira, 20 de dezembro de 2011

Na TV uma banda britânica




Os pingos de chuva batem no ar condicionado. Barulho do ventilador apesar do frio. Na televisão o ao vivo de uma banda britânica. Aquela preguiça típica dos dias chuvosos. Sente o cheiro dos cabelos castanhos espalhados pela cama. Sonolência das manhãs de segunda-feira. Passa os dedos pela pele branca e ela retribui sorrindo e fazendo carinho nos seus braços. Um beijo doce e lento. E as mãos dela descendo pelo peito, alisando a região do umbigo. Enquanto ele percorre suas costas e invade a nuca. Brinca com o dedo mindinho atrás da orelha. Ela sente uma gastura gostosa. Morde de leve os lábios dele. As línguas dançam. Salivas tão íntimas. E dançam também as pernas que ela joga por cima das pernas dele. E as mãos buscam o pau já duro. Contorna o saco. Ele aperta de leve sua bunda. E ela o guia mexendo os quadris. A umidade do pau dele e o líquido da boceta dela lentamente se encontram. Ela aperta os olhos antes de sentí-lo acomodado. Mistura de prazer com o incomodo inicial. Ele respira fundo e solta um gemido grave e baixo. E o movimento segue sutil, sempre ralentando, em um beijo profundo, prolongado...

Um comentário: