terça-feira, 4 de outubro de 2011

Sexo e deficiência

Semana passada eu estive presente em um debate sobre deficiências e sexualidade e queria compartilhar com vocês um pouco do que foi debatido por lá. 

Até pouco tempo a sexualidade não entrava na pauta das reivindicações dos movimentos pró-deficientes, que achavam mais importante reivindicar os direitos civis. A abordagem biomédica que reina nega a sexualidade ou decreta a hipersexualidade nos portadores de deficiências, tornando o sexo algo patológico (tanto para o deficiente quanto para quem com ele se excita). A visão de que a pessoa com deficiência é uma pessoa problemática reforça esta negação. É algo do tipo: “Pra que se preocupar com sexo? Você já é deficiente, vai dar merda.” Como se a sexualidade não fosse uma coisa saudável e necessária! É por causa disso que não existe embalagem de camisinha e anticoncepcional em braile, e é raro material pornô para este público específico. 

Mas antes de serem pessoas com deficiência, elas são PESSOAS. Se não tivessem sexualidade, não haveriam tantos casos de HIV em deficientes. É necessário ver com outros olhos essas questões.

Agora você deve estar se perguntando “Mas Jú, terça-feira não é dia de homem pelado na SD?” E eu te respondo com um vídeo do Josito, primeiro ator espanhol pornô com deficiência. Se gostar de coisas assim é parafilia, até o cachorro que aparece no filme é doente...



Ah! Tem mais filmes do Josito no site dele. ;)

5 comentários:

  1. O q é hipersexualidade nesse contexto q vc colocou? Ñ entendi...

    ResponderExcluir
  2. Adorei o post, realmente deve ser algo que muitos sentem falta!

    ResponderExcluir
  3. Will, já te respondi mas vou deixar aqui caso mais alguém tenha dúvidas.

    A sexualidade em deficientes mentais muitas vezes é tratada como uma aberração, um desvio, uma conduta exagerada, agressiva, animalesca e precoce. Acontece que, as necessidades, desejos e capacidades sexuais dos deficientes mentais são iguais aos das pessoas não deficientes, mesmo que a manifestação social seja um pouco diferente. ;)

    Pipoca, brigada! Tento sempre trazer coisas legais pra cá. Às vezes consigo. =D

    ResponderExcluir
  4. Acho q vc comentou sobre a hipersexualidade, mas ñ explicou o q ela é. Prefiro a explicação q vc me deu no MSN.

    Pelo q eu havia entendido, além deles desenvolverem a sexualidade mais cedo, por não assimilarem certos filtros da sociedade, eles acabam demonstrando um comportamento sexual exacerbado. Daí o nome de hipersexualidade.

    ResponderExcluir
  5. É isso mesmo, Will. Só não dá pra generalizar e dizer q todos os deficientes mentais são assim. (Não q vc tenha dito, mas só pra deixar claro pra qm ler.) =)

    ResponderExcluir