terça-feira, 16 de agosto de 2011

As taças e os seios

Fui a uma degustação ontem na qual se comentou uma lenda por trás da taça champagne. Segundo me contaram, a taça teria sido encomendada por Napoleão, moldada nos seios de de sua amada Josefina de Beauharnais. A taça teria sido feita para beber champagne (a bebida favorita do general), mas não se provou muito eficiente. Por ser muito aberta, a taça fazia com que o gás presente na bebida se dissipasse muito rápido e ainda era relativamente fácil entornar. Aí surgiu a taça flute.

Dei uma pesquisada, mas não achei nada a respeito desta lenda, mas achei sim duas histórias que relacionam taças de vinho com seios. Verdade ou não, a poesia destas lendas ajuda a tornar o vinho ainda mais saboroso.

Helena
Os deuses do Olimpo procuravam o mais belo recipiente para beber o seu néctar. Apolo, encarregado da tarefa, escolheu os seios da bela Helena e encarregou Páris, príncipe de Tróia de moldar a taça diretamente da modelo. O protegido de Apolo realizou o trabalho em uma esplanada, com toda a nobreza grega como testemunha. Helena teria aparecido com o busto recoberto por um véu. O molde foi tomado em cera mole, sem o véu, e Páris confeccionou a taça em metais preciosos sob a supervisão do próprio Apolo. Seguiram-se libações e bebedeiras que levaram ao rapto de Helena e à Guerra de Troia. Desta taça, teria surgido, séculos mais tarde, a taça champagne.


Maria Antonieta
Cem anos depois da invenção do espumante por Dom Perignon, já na segunda metade do século XVIII, Maria Antonieta teria revivido a lenda grega. A esposa do rei Luis XVI mandou confeccionar taças de porcelana moldadas em seus seios. Li também uma versão em que a taça teria sido baseada nos seios de Madame Pompadour, amante de Luis XV. Não fica muito claro como seu uso se restringiu a espumantes, mas parece que o costume durou até os anos 60.

A pergunta que não quer calar é: se a taça champagne foi moldada nos seios de alguma mulher, em que diabos se basearam pra fazer a taça flute?!

Um comentário: