quinta-feira, 7 de julho de 2011

Era uma vez...

... dois irmãos que queriam mudar o mundo. Eles eram muito bem intencionados e sabiam que poderiam fazer a diferença.

Certo dia, eles viram uma notícia sobre uma mulher que seria apedrejada no Irã. Juntaram-se então a um grupo que faria uma marcha em protesto contra essa condenação. O grupo foi crescendo e as marchas tomaram vulto nacional e depois internacional. Funcionou. Ela não será mais apedrejada até a morte. Será enforcada.

Um tempo depois, eles ficaram revoltados com uma banda que atrasou o show. Depois de xingarem muito no twitter, resolveram marchar em frente aos locais de todos os shows da turnê. Resultado: perderam 7 shows que começaram pontualmente no horário.

A seguir, viram no facebook um amigo pedindo pra colar no mural um recado sobre desejar a cura pro câncer. Quiseram fazer mais e organizaram uma marcha em para conseguir isso. Ficaram tanto tempo marchando debaixo do sol que desenvolveram câncer de pele.

Quando terminaram o tratamento, aderiram a uma marcha pela paz. Um foi assaltado e o outro levou um tiro.

Insistentes, participaram da primeira marcha da liberdade. Foram detidos por perturbarem a paz.

Um entrou pro exército e marcha todo dia. O outro é campeão nacional de marcha atlética.

5 comentários:

  1. Hahahaha...
    Boa, Will!
    Adorei o jeito que vc arranjou pra criticar esses protestos "vazios".
    Parece que a moda agora é marchar para tudo e por qualquer coisa. Daqui a pouco haverá a marcha pela marcha, rs.

    ResponderExcluir
  2. Melhor q eu fazer um vlog, ne? :P

    Marcha pela marcha eu ñ sei, mas marcha CONTRA a marcha eu já vi.
    http://osprofanos.com/marchas-que-voce-ainda-vera-por-ai/

    ResponderExcluir
  3. Se foi melhor eu não sei. O texto tava bom e eu gosto de ouvir sua voz. Mas adorei a estorinha! ^^

    E na marcha contra a marcha, vc iria? =P

    ResponderExcluir
  4. Iria. Vc sabe q eu adoro subverter.

    Esqueci de reclamar da campanha do #PreçoJusto no meu texto... Fica aqui o registro.

    ResponderExcluir