terça-feira, 24 de maio de 2011

O Evangelho segundo Marcelinho Carioca

Ai, meus textículos


Uma das coisas que eu percebi nesses quase 20 anos acompanhando futebol é que as estrelas do espetáculo,ou seja, os jogadores, em sua maioria tem 3 coisas em comum:
Dinheiro, Ignorância e o agradecimento a Deus pelo sua condição.
Dinheiro

O dinheiro vem do grande circo publicitário que é o futebol.

Tudo no futebol em termos de grana é "ão"

Jogador é negociado por 20 milhões. Contrato publicitário rende 50 milhões. Premiação por título chega a 2 milhões. Essas são as manchetes mais comuns no meio.

O salário de um jogador de ponta chega a 1,5 milhões , como é o caso do Ronaldinho Gaúcho.

Ou seja, esse papo de faculdade e concurso público é balela. o negocio é largar os livros e jogar futebol.

Ignorância

Com esse pensamento, toda pessoa de baixa escolaridade sonha com esse tipo de "emprego".

Com a falta de cultura e com excesso de dinheiro, o que não falta é uma justifica do sentido na vida (e da morte).

Acredite, você foi abençoado por Deus. Retribua.

Esse é o argumento dos pregadores.


Agradecimento a Deus


Aqui entra Deus na história. Que igreja ou assembléia de Deus(não sei a diferença) não quer uma fatia deste bolo enorme?

Eu sou flamenguista então irei usar exemplo de jogadores do meu Mengão.

No elenco do Flamengo pelo menos uns 15 são ligados a algum tentáculo do cristianismo.

Cada um ali não recebe menos de 100 mil por mês.

10 mil, 20 mil, 50 mil mensais. Esses dízimos milionários são bem vindos em qualquer religião que se preze.

A aliciação, acredito eu, deve vir desde as divisões de base, para não parecer interesse. Acredite, pastores não dão ponto sem nó.

O titulo do post é em alusão a um ex-jogador que no seu auge resolveu atuar nas duas vertentes: Ser jogador e ganhar dinheiro com religião.

Ou seja, ele não foi um dos ignorantes. Soube tirar proveito disso. Não que isso seja bom, away?

No fim dos anos 90 ele lançou sua banda gospel "Divina Inspiração" que entre um blá blá blá de adoração e outro vendeu milhões de copias.

Claro que também teve quem se desse mal. Como é o caso do Müller que foi até campeão do mundo, virou pastor e hoje vive de favor na casa de amigo.

Um fato é que um jogador ganha milhões, mas gasta mais do que ganha incrivelmente. Boa parte deles quebram depois de viver seus 10 anos, 15 anos de glória ganhando salários surreais.

Concluindo, não dizem que cabeça vazia é oficina do diabo?

Bem, na realidade cabeça vazia é a maquina de dinheiro de “levadores da palavra de Deus”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário