quinta-feira, 5 de maio de 2011

Masturbação

Poema de Maria Tereza Horta. Vi no Entre as Palavras.

Masturbação

Eis o centro do corpo
o nosso centro
onde os dedos escorregam devagar
e logo tornam onde nesse
centro
os dedos esfregam - correm
e voltam sem cessar

e então são os meus
já os teus dedos

e são meus dedos
já a tua boca

que vai sorvendo os lábios
dessa boca
que manipulo - conduzo
pensando em tua boca

Ardência funda
planta em movimento
que trepa e fende fundidas
já no tempo
calando o grito nos pulmões da tarde

E todo o corpo
é esse movimento
que trepa e fende fundidas
já no tempo
calando o grito nos pulmões da tarde

E todo o corpo
é esse movimento
em torno
em volta
no centro desses lábios

que a febre toma
engrossa
e vai cedendo a pouco e pouco
nos dedos e na palma

2 comentários:

  1. "e então são os meus
    já os teus dedos

    e são meus dedos
    já a tua boca"

    Que lindo! ^^

    ResponderExcluir
  2. Muito, muito lindo.. Poetizar algo tao instintivo, tao anomal, foi demais. AMEI!!

    ResponderExcluir