terça-feira, 19 de abril de 2011

Álcool pode aumentar a capacidade de aprender

Pesquisadores descobriram que o álcool melhora a memória de partes específicas do cérebro. A equipe liderada por Hitoshi Morikawa, neurocientista do Centro Waggoner de Pesquisa em Álcool e Dependências da Universidade do Texas, descobriu que a exposição ao etanol aumenta a plasticidade sináptica no cérebro, ou seja, a forma como as células alteram sua capacidade de intercomunicação.

"Normalmente, quando falamos de aprendizagem e memória, estamos falando de memória consciente”, explica Morikawa. “O álcool diminui a nossa capacidade de absorver pedaços de informações como o nome do seu colega, a definição de uma palavra ou onde você estacionou seu carro nesta manhã. Porém, nosso subconsciente é capaz de aprender e lembrar também, e é nesse nível que o álcool pode realmente melhorar nossas capacidades intelectuais", defende.

Em outras palavras, beber ou usar drogas nos torna mais receptivos à memória subconsciente relativa a pessoas, comidas, músicas etc.

CURIOSIDADE: No filme Beerfest, os personagens se perdem tentando chegar ao lugar da competição, porque, quando foram levados lá pela primeira vez, estavam bêbados. Aí o cientista do grupo fala que fez um estudo na faculdade que relacionava a bebedeira a um aprendizado inconsciente que só se manifestava quando a pessoa ficava bêbada de novo. Encheram o cara de álcool e ele lembrou o caminho e até a senha!

Bizarro pensar que eles não estavam tão distantes da verdade...

Voltando à matéria, não é a bebida que dá prazer ao depentende, mas a combinação de elementos comportamentais, fisiológicos e ambientais que são aumentados quando o álcool provoca a liberação de dopamina no cérebro. Isso causa uma espécie de reforço positivo para o comportamento. Tipo o que se faz pra treinar cães dando ração sempre que fazem algo bom.

Se você ainda não entendeu, sugiro que veja este vídeo do Big Bang Theory (sem legendas, infelizmente).

Pelo que eu entendi, com o álcool, esse estímulo se dá de formas menos óbvias. Se você bebe, você ri, se diverte, transa... E o seu subconsciente faz a ligação entre essas sensações e o álcool, buscando repetir no futuro. Quanto mais atividades a pessoa faz enquanto bebe, mais dopamina é liberada. Isso leva à maior probabilidade de que essas sinapses sejam repetidas. Então essas sensações ficam gravadas, facilitando certos tipos de aprendizado.

E ainda tem gente que deixa de beber por ter que estudar para as provas... Tolos...

[Oráculo: Hype Science]

2 comentários:

  1. Há! Ficou foda mesmo!
    Vou beber mais, promessa!!! Ando precisando...kkkk

    ResponderExcluir
  2. Não que eu precisasse, mas é sempre bom ter um motivo pra beber...rsrsrs

    ResponderExcluir