sexta-feira, 4 de março de 2011

Vila Mimosa: Os Bastidores do Maior Prostíbulo do Brasil

http://4.bp.blogspot.com/_boQCIFVXRmg/TQmE9Pe0MZI/AAAAAAAAAhE/ew9uqhPRs4U/s400/texticulo.PNG
Vila Mimosa qualquer dia tamo aí.
Demorô, demorô, vamo lá!



Quem diria que essa frase do grande pensador Serginho, da dupla Serginho e Lacraia, seria profética.

Pelo menos para mim e para os milhares de frequentadores diários da zona de prostituição mais famosa do Brasil, que se localiza na Rua Sotero dos Reis na Praça da Bandeira no Rio de janeiro/RJ.

Tenho 25 e 10 meses. Demorei 25 anos e 4 meses para conhecer um prostíbulo, ou puteiro, como queiram. Conheci alguns pelo centro do RJ e não muito tempo depois fui chamado por um amigo para conhecer a famosíssima Vila Mimosa.

Quando adolescente, frequentei a rua que fica paralela à VM. A Rua Ceará é toda relacionada ao rock, seja com bares temáticos ou botecos típicos de roqueiros.

Muitos relatos de amigos meus que tinham passado por lá não eram nada animadores. Histórias confusas e detalhes esdrúxulos como se lá fosse o lugar mais podre do mundo. Conferi pessoalmente e desde então visito este lugar da perdição cristã periodicamente.

- Você não tem amor pelo seu pau?- diriam alguns.

Conhecendo o lugar descobri que fazer sexo é a ultima das opções de entretenimento do lugar. Tá bom, exagerei um pouco. É um lugar tranquilo (em relação a segurança) e de diversão como qualquer outro lugar como boates, casa de shows e afins.

- Ah, mas lá só tem puta velha?
Essa é uma informação caluniosa. Como disse anteriormente, conheci alguns prostíbulos, inclusive mega famosos como a superestimada Quatro-por-quatro. E posso garantir que a VM tem mulheres muito mais bonitas e gostosas do que lá.

São todas? Claro que não, a diversividade de estilos que faz ser um ambiente tão interessante.

Para começar, vou fazer um relato do local, fisicamente falando, que é em toda a extensão da Rua Sotero do Reis.

A VM é uma rua onde tem vários bares que são também "motéis", vamos dizer assim. As prostitutas ficam nas casas ou pelos corredores. Esses bares vão do lixo ao luxo. E ficam aberto quase que 24 horas por dia os 7 dias da semana. Sexta é o dia mais movimentado.

Alguns tem ar condicionado, barra de Strip, visual temático... Enquanto outros são meras cabeças de porco estilo "compre e saia", sem a rudez que essa expressão possa passar. Apenas não tem como permanecer no local, a não ser que queira fazer sexo.

Fora os bares tem todo tipo de gastronomia de rua: carne de sol, salsichão, miojo, espeto de carne, sanduíche natural, cachorro quente, pudim e tudo mais que você possa imaginar.

Entretenimento (tirando o sexo, claro) tem fliperamas, sinucas, totós e JukeBox.

A parte ruim do local é o mal cheiro de alguns pedaços e a sinfonia de ruídos e sons que dominam o espaço. Imagine umas música de funk, de pagode e de forró. Agora imagine isso tudo com o volume no talo e ao mesmo tempo. Um protetor auditivo vai bem.

Lá tem todo tipo de pessoa, do mais depravado a evangélicas tentando te converter. Mas tudo em harmonia. Confesso que nunca vi uma briga lá e nem um ambiente intimidador, é apenas diversão.

A única intimidação, ainda assim moderada, foi pelo fato de ter tirado essas fotos que ilustram o post. Por isso desfoquei (mais do que as próprias fotos em si que estão mega desfocadas) os rostos das pessoas.

Agora sim vou falar das estrelas da VM, ou seja, das prostitutas.

A diferença de lá para os outros prostíbulos é que tem mulheres para todos os gostos. Magras, ninfetas, gordas, brancas , negras, japonesas, velhas, jovens, altas, baixas, peitudas, sem peitos, ou seja, para qualquer gosto.

As prostitutas não ficam te agarrando e colocando uma arma na sua cabeça para fazer sexo. Muito pelo contrario, a aproximação só ocorre quando você se mostra disponível. Ou seja, não é inconveniente .

O tratamento que elas dispensam a você é o mesmo que você deve ter com elas . Uma tratamento grosseiro pode fazer pessoas como eu partirem sua cara. Então, assim como gosta de ser respeitado respeite as mulheres que trabalham lá. Até porque elas não merecem menos respeito só pela profissão.

Em algumas casas (ou bares... ou motéis, como queiram) rolam uns strip tease performáticos que são bem legais.

O preço dos programas, até onde sei, são de R$35,00 meia-hora. Acho que é um preço único. Isso incluindo os quartos, que são menores que um quarto de empregada e tem apenas uma cama e uma lixeira. Caso queira levar as mulheres para outro lugar acho que tem que dar 20 reais para o dono do bar de onde você flertou com a mulher.

Bem, essa é um pequeno resumo das 1.001 coisas que acontecem nesta "Red Light" brasileira.

Gostaria de relatar aqui sobre o universo das prostitutas, dissertar um pouco sobre a mulher por trás da "personagem prostituta", fazer entrevista com elas para vocês terem uma visão em 1ª pessoa do que é ser uma profissional do sexo, essas coisas.


Foto de um gordo safado que tava lá

Mas para isso, gostaria que me dessem um FeedBack deste assunto comentando neste post qualquer coisa tipo: "Puxa que interessante, gostaria de saber mais" ou "Pô que merda, perdi 10 minutos do meu tempo vendo isso".



Dependendo da aceitação do assunto escrevo mais sobre isso.

Se não rolar, volto a postar minha birra com as religiões e continuo com aquele bla bla bla de sempre hehe


Bem para terminar, uma seção de fotos artísticas tiradas lá:











23 comentários:

  1. Ah, Tom...
    Adorei!
    Fiquei lembrando do livro que te falei, "Filha, Mãe, Avó e Puta", da Gabriela Leite. Lá ela conta um pouco sobre a Vila Mimosa...
    Não sei pq mas me interesso mto sobre o assunto! hauhauhauhauh
    Por mim, vc escreve mais!!!Se bem que eu tbm gosto dos seus outros posts...=P
    Beijos,

    Ah! adorei falar com vc! ^^

    ResponderExcluir
  2. Meu amei seu texto, acompanho o sociedade a mais ou menos 1 ano conheci através de uma busca na net sobre um assunto q nem lembro mais, enfim entro todos os dias, sou casada, bi, tenho 36 anos e amoooo tuuuuudo sobre sexo, posta mais por fv bjosssssssss

    ResponderExcluir
  3. Ótimo texto!

    É inevitável a curiosidade em relação a Vila Mimosa.

    ResponderExcluir
  4. Conta mais!

    Adoro saber sobre esses lugares sórdidos e facinantes.

    ResponderExcluir
  5. eu quero maiss!!!!!! o/

    ResponderExcluir
  6. Sociedade Dionisíaca cade vez melhor.

    Queremos mais !!!!

    ResponderExcluir
  7. belo post Will...

    aqui em Sampa, alem da Augusta, tem Viracopos, em Campinas, pra galera do interior...

    abraços...

    ResponderExcluir
  8. esse post merece 3 lol

    lol lol lol

    ResponderExcluir
  9. muito legal o post e a iniciativa de comentar mais sobre o que é ser prostituta e o personagem por trás de uma mulher que vende prazer é ótima

    parabéns!

    ResponderExcluir
  10. eu trabalho para 2 "puteiros" aki na minha cidade, e gostei do seu texto achei interesante sua visao da coisa, sem exteriotipação e me parecenddo ser neutro e ao mesmo tempo profundo no tema

    ResponderExcluir
  11. Pô, Sandro! Conversa melhor c/ a gente! A opinião d alguém q trabalha nesses lugares seria mt legal!

    ResponderExcluir
  12. Nem de Longe a Vila Mimosa é o maior Prostibulo do Brasil, Em SP, em Santos, Em Belo Horizonte, MG, em SP um predio inteiro de mais de 12 andares só de prostitutas, Todos muitos maiores que o da Vila Mimosa, ele pode ser sim o mais sujo porque o povinho porco que esse do Rio, mijam e jogam lixo na rua e o lugar ta mais para favela d que putero.... e olha que de putero eu entendo, já fui nos melhores e no piores do pequenos e dos grandes, em varias cidades do BrASIL e ate alguns da America do Sul

    ResponderExcluir
  13. falar sobre o que deste assunto? sei la! faça perguntas ... faça contato via email ou qq coisa
    oce711(arroba)yahoo.com.br

    ResponderExcluir
  14. inflação! era 28... 27 + 1(camisinha)

    ResponderExcluir
  15. ''Nem de Longe a Vila Mimosa é o maior Prostibulo do Brasil, Em SP, em Santos, Em Belo Horizonte, MG, em SP um predio inteiro de mais de 12 andares só de prostitutas, Todos muitos maiores que o da Vila Mimosa, ele pode ser sim o mais sujo porque o povinho porco que esse do Rio, mijam e jogam lixo na rua e o lugar ta mais para favela d que putero.... e olha que de putero eu entendo, já fui nos melhores e no piores do pequenos e dos grandes, em varias cidades do BrASIL e ate alguns da America do Sul''

    valeu fodao sabe - tudo! ¬¬'

    ResponderExcluir
  16. São Paulo é a cidade mais feia e fedorenta que ja visitei...

    ResponderExcluir
  17. o ruim de la e o barulhao de funk é de broxa qualquer um
    nao volto la por isso! mas antes do funk era ótimo!

    ResponderExcluir
  18. Tenho vontade de conhecer este lugar, mas confesso que tenho medo pois nunca fui num prostibulo e não conheço ninguém que possa me fazer companhia.

    ResponderExcluir
  19. quero parabenizar o escritor desse texto pois foi mt coerente oq lhe foi dito, tenho 28 anos sou formada em enfermagem e a seis anos atraz trabalhei por necessidade na vm e qnd fui tinha mts receios e medos pois nunca havia trabalhado com nada parecido e posso dizer foi uma grande expêriencia estou afastada de lá a 4 anos e morro de saudades .
    saudades das meninas saudades dos clientes e ate das musicas com som mt auto ensurdecedor só quem viveu ou vive ali sabe o como tds formamos uma familia n há essa violencia do dia a dia nem discordia entre o povo, todos se divertem brincam e fazem seu propósito, sobre a sujeira a sim mt sujeira cheiro ruim mas os puliticos parecem q esqueceram aquele lugar onde alem dos prostibulo, vivem muitas familias com trabalhos legais pagam seus empostos e mal recebem a coleta de lixo lixo esse acumulado todos os dias e por milhões de pessoas presentes todos os dias naquele lugar , lugar esse onde n se recebe só anonimos mas tbm artistas, cantores,jogadores de futebol mas ngm tem a coragem de zelar e cobrar uma condição melhor para tds aquelas pessoas q ali residem ou trabalham!
    fui prostituta sim e quer saber foi a melhor epoca da minha vida pois ali aprendi ser quem sou hj e dali paguei minha faculdade e minha casa e se n fosse a vm hj talvez eu nem estaria aqui pra fzr esse comentário!

    ResponderExcluir
  20. houve uma época em que trabalhei como segurança em termas, aqui no Rio de Janeiro, vi e ouvi muitas histórias...umas tristes e comoventes, outras alegres e outras violentas e sórdidas...é uma viagem real ao caos e algumas vezes beirando o precipício da desilusão e loucura...regado algumas vezes a droga, muito álcool e várias formas de sexo...cruel para uns e prazeroso para outros... para ouvir relatos reais mande e-mail (rato376@gmail.com) pra mim com perguntas...responderei a todos...obrigado

    ResponderExcluir
  21. Cara é verdade que lá tem japonesas/asiáticas ????????????????

    ResponderExcluir