terça-feira, 22 de março de 2011

Pacto com Baco

Incrível como os deuses têm uma forma estranha de fazer as coisas, ne? Eu estava entediado dia desses depois de desistir de ver um filme podre baseado em Frankstein quando comecei a olhar a programação da net. Não tinha absolutamente nada que prestasse e minha melhor opção foi assistir a "Sexo, Amor & Traição", que começava naquele instante. Eu achava que já tinha visto e só resolvi ver de novo porque tinha "sexo" no título (sim, isso é critério pra mim). Sabia que seria muito ruim (e de fato foi), mas se era pra perder um tempo da minha vida fazendo algo não-produtivo, que tivesse a ver com sexo. Talvez justamente pelo pouco que o filme fez meus olhos brilharem, eu, que estou acostumado a valorizar mais (às vezes a SÓ valorizar) o enredo do filme, acabei prestando atenção em uma das músicas da trilha sonora, cantada por Paula Lima. Depois do filme, vim catar no google e tive uma feliz surpresa.


Pacto com Baco

Eu fiz um pacto com Baco
Deus do balacobaco
Cada sorriso que eu engato
Eu saio do buraco
Eu fiz um pacto com Baco
Deus do balacobaco
Cada sorriso que eu engato
Eu saio do buraco
Tem que ter felicidade
Deve ser da idade
Só faça o que te der vontade
Chega bem no pé da orelha
E sempre me aconselha
Só faça o que te der na telha
Tem que acreditar no taco
Pra virar o barco
E Dionísio sobe o caminho
Fiz um contrato
E se eu cumprir eu não empaco
Pra ter coragem de largar o que me enche o saco
Eu fiz um pacto com Baco, eu fiz um pacto com Baco
Eu fiz um pacto com Baco, eu fiz um pacto com Baco

Eu fiz um pacto com Baco
Deus do balacobaco
Cada sorriso que eu engato
Eu saio do buraco
Eu fiz um pacto com Baco
Deus do balacobaco (deus do balacobaco, deus do balacobaco)
Cada sorriso que eu engato
Eu saio do buraco
Tem que ter felicidade
Deve ser da idade
Só faça o que te der vontade
Chega bem no pé da orelha
E sempre me aconselha
Só faça o que te der na telha
Tem que acreditar no taco
Pra virar o barco
E Dionísio sobe o caminho
Fiz um contrato
E se eu cumprir eu não empaco
Pra ter coragem de largar o que me enche o saco
Eu fiz um pacto com Baco, eu fiz um pacto com Baco
Eu fiz um pacto com Baco, eu fiz um pacto com Baco

Tem que ter felicidade
Deve ser da idade
Só faça o que te der vontade
Chega bem no pé da orelha
E sempre me aconselha
Só faça o que te der na telha
Tem que acreditar no taco
Pra virar o barco
E Dionísio sobe o caminho
Fiz um contrato
E se eu cumprir eu não empaco
Pra ter coragem de largar o que me enche o saco
Eu fiz um pacto com Baco, eu fiz um pacto com Baco
Eu fiz um pacto com Baco, eu fiz um pacto com Baco

Eu fiz um pacto com Baco, pacto com Baco
Eu fiz um pacto com Baco ...
Eu fiz um pacto com Baco, pacto com Baco
Deus do balacobaco...

Post publicado originalmente em 31/01/10.  Hoje me toquei o quanto essa música tem a ver com meu momento atual.

5 comentários:

  1. Nossa o.o JAMAIS pensei em uma música BR em homenagem à baco. E ficou bem legal, e com bastante sentido. S2

    ResponderExcluir
  2. Mais artistas deveriam se inspirar em Dionísio, ne? Teríamos muito mais disso e muito menos pagode.

    ResponderExcluir
  3. Esqueci de alertar. Por favor, não reparem no cara sorridente que aparece no video. Deve ser o criador ou o cara pra quem a criadora queria dar. Apesar dessa imagem insistente e inconveniente, achei esse video bem melhor que o do youtube, cheio de palhaços e balões de aniversário.

    ResponderExcluir
  4. A musica que eu estaria cantando seria I Still Haven't Found What I'm Looking For do U2


    *chora*

    Obs: somente quem viu teu status no msn entende =D

    ResponderExcluir