domingo, 13 de março de 2011

O que faz um bom strip-tease?

Atitude. Foi essa a conclusão que eu cheguei quando fui responder à pergunta de um amigo que está fazendo uma matéria chamada "Strip-tease: o que ELES gostam". Bom, não sei exatamente do que todos os homens gostam, mas eis a minha opinião...

Só vi strips na TV ou em festas. Um dos melhores (se não o melhor) foi na Hot Fair em novembro do ano passado. A mulher nem era atraente, mas ela mandou muito bem na performance. E acho que é por aí. É uma performance que tem que ser encarada como tal. É um xou e não apenas uma questão de tirar a roupa rebolando lentamente. Aliás, acho isso uma das maiores lendas a respeito do striptease.

Tem que ter um personagem (mesmo que esse personagem seja a mulher que rebola lentamente) bem interpretado, movimentos que casem com a música (nem chamo de dança) e muita criatividade.


Se for pra falar um movimento específico, eu diria que é legal quando ela tá de costas pra mim e se abaixa, deixando as pernas esticadas, com a bunda virada pra mim. Nessa hora, ela alisa a própria perna enquanto levanta ou algo assim. Se olhar pra mim e sorrir com cara de safada, melhor ainda.

Aliás, olhar pro cara é sempre muito importante. Olho no olho. E atitude, muita atitude! É preciso lembrar que o strip é um momento em que o homem está completamente passivo, voyeur. Então a mulher tem que tomar as rédeas da situação em todos os sentidos e dominá-lo mesmo. Não dá pra fazer um strip pensando em ser boazinha. Só é sexy quem tem atitude.

Brincadeiras também me agradam. Sensualidade forçada não convence, então pode ser o caso de tirar sarro da própria situação pra quebrar o gelo. Fazer movimentos engraçados não é necessariamente ruim. Pode ser meio exagerado, mas a acho que esta cena do Lúcia e o Sexo pode ilustrar o que eu quero dizer.


Itens que podem ser bem interessantes: algemas, chapéu, chantilly, chicote, cigarro... Tudo que possa fazer os dois interagirem durante a performance.

Pra quem quiser um manual mais prático da coisa, leiam este passo-a-passo.

E você? Do que você gosta num strip?









2 comentários:

  1. Ótimos videos, Will. Acho que o importante é encenar. Personificar. Um requisito primordial, onde pudor é desnecessário, ainda que fazer cara de tímida e virgem nos excite demasiadamente.

    O ruim, é que os vídeos demoram muito para carregarem.

    ResponderExcluir
  2. Eu acho que o andar e as caras e bocas da dançarina sao super importantes. Se ela conseguir tirar sua atenção com isso, ela nem precisa ser gostosa.
    A roupa tbm é interessante, acho que ajuda alimentar a fantasia.
    E qnto ao jeito de fazer deve variar muito, algumas com mais pudor, com mais jeitinho... outras mais descaradas e dinamicas.
    A musica tbm é importante né

    ResponderExcluir