quinta-feira, 13 de janeiro de 2011

Como beijar alguém do mesmo sexo

Acabei de ter essa conversa com uma amiga minha que disse ter curiosidade de beijar outra menina. E a verdade é que por vários motivos as pessoas têm desenvolvido cada vez mais esse desejo. A maioria simplesmente por estar na moda, devo reconhecer. Outros por uma questão estratégica, afinal você dobra as suas chances de sucesso em qualquer ocasião. Tem ainda os que se deixam levar por toda a propaganda que é feita em alguns lugares. E outros que pensam simplesmente "se tanta gente tá aderindo, algo de bom deve ter".


Não vim falar sobre como conquistar alguém do mesmo sexo. Deus sabe que conquista não é uma das minhas áreas de especialidade. Vim falar sobre como estar apto para esta empreitada. Você vai precisar de:
- Vontade
- Preparação psicológica
- Ambiente adequado
- Bebida
- Alguém para beijar
- Tesoura sem ponta
- Supervisão de um adulto

1- VONTADE
Sem dúvida a primeira coisa necessária para beijar alguém na boca é a vontade, a sementinha, o motor de todo esse processo. Podem ser vários os motivos pra você ter essa vontade, como eu já disse lá em cima. Eles vão desde a curiosidade até a raiva de um(a) ex que te trocou por alguém do mesmo sexo. Não estou aqui para julgar as razões pra cada um querer fazer isso, mas é preciso querer. Pelo menos um pouco.

Temos no entanto barreiras demais para a vontade sozinha fazer alguma coisa. É como se não houvesse solo fértil para essa semente germinar.

2- PREPARAÇÃO PSICOLÓGICA
Desde o momento em que você se toca da vontade, é preciso refletir sobre o assunto. Pesquisar sobre o assunto. Sonhar com o assunto. Ficar obcecado pelo assunto! Quer dizer, é preciso formar sua própria idéia sobre ele. Pode ser que, pensando por conta própria, você não veja problema nenhum na idéia. Pode ser também que você veja que não é exatamente o que você quer. O importante é tentar se livrar dos seus pré-conceitos e analisar sinceramente essa sua vontade. Arrisco dizer que, quanto mais refletir sobre o assunto, mais natural vai achar.

Está então adubado o solo. Mas e se este não for o solo adequado?




3- AMBIENTE ADEQUADO
Contexto é tudo. Não vá querer beijar alguém do mesmo sexo pela primeira vez durante a missa. Tampouco no aniversário da sua vó. Não adianta forçar a barra só porque você quer experimentar.

Um ambiente propício não diz respeito só ao lugar, mas às companhias. Cerque-se de pessoas liberais, que não vão lhe olhar estranho depois do ocorrido. O convívio pode inclusive ajudar na preparação psicológica do item anterior. Com amigos assim, o lugar é o de menos. Pode ser uma boate (gay ou não), um bar (gay ou não), uma festinha e por aí vai...

4- BEBIDA
Talvez este seja o item mais importante. Não que eu use a bebida pra resolver todos os meus problemas (apesar de usar), mas porque a bebida dá coragem. É inegável o efeito que a bebida tem no relaxamento e isso pode ser essencial nessa primeira tentativa. Pensar demais pode ressuscitar preconceitos, deixar nervoso e pôr tudo a perder. Só não vale beber além da conta e esquecer a experiência.

Então regue a sua plantinha (isso tá muito gay, né?) com álcool e seja feliz.




5- ALGUÉM PARA BEIJAR
Esse é meio óbvio, né? Você vai precisar de alguém do mesmo sexo disposto a fazer o mesmo que você. Estando no ambiente certo e com as companhias liberais que eu mencionei, não deve ser difícil. Cedo ou tarde vai rolar alguma dança mais íntima (nem que seja de brincadeira), um jogo de desafio ou paquera mesmo.






Espero que tenham gostado do nosso tutorial.

Mande sua cartinha pra gente contando como foi.

Até semana que vem.

3 comentários:

  1. Putz, chorei de rir!!
    Comigo sempre rolou naturalmente, sem haver qualquer tipo de preparação...
    Penso que quem precisa se preparar não está realmente à vontade com sua sexualidade e corre o risco de fazer por puro modismo e acabar se arrependendo...
    ;D

    ResponderExcluir
  2. Não sei se é o seu caso, mas talvez vc sempre tenha tido certeza da sua bissexualidade. O tutorial é mais pra quem tá considerando experimentar.

    Ñ é q vc ñ tenha tido preparação, é só q vc não precisou buscá-la. Vc se preparou d forma natural: vc naturalmente considerou o assunto como uma possibilidade, vc naturalmente tinha companhias e ia a lugares q eram propícios pra isso, vc naturalmente bebe pra caralho...

    Vc já nasceu preparada, Tahh. Só isso. =P

    E eu conheço gente q precisou d preparação, mas ñ se arrependeu. Verdade verdadeira.

    ResponderExcluir
  3. também tenho 1 amiga na mesma situação quer experimentar , mas tem medo ...a melhor solução é eu "roubar este post"(mais um eh eh eh) e por no meu blog , abraços

    ResponderExcluir