segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

A barriguinha de chopp já era!

Foi publicado nessa semana o resultado de uma pesquisa que alivia qualquer bom apreciador da clássica cervejinha. O Colégio Oficial de Médicos e Astúrias da Espanha revelou que a barriga de chopp é um mito, se a breja for inserida numa dieta balanceada, especialmente a mediterrânea.

De acordo com a pesquisa, realizada com mais de 12 mil participantes com mais de 57 anos, o consumo diário de até meio litro de cerveja não engorda e pode até trazer benefícios como a redução do risco de desenvolvimento de diabetes e de hipertensão. A bebida fornece uma quantidade de ácido fólico, vitaminas, ferro e cálcio maior que outras, construindo uma espécie de efeito protetor sobre o sistema cardiovascular.

Segundo os estudiosos, o modelo de homens barrigudos faz parte da cultura anglo-saxã, em que se ingere indiscriminadamente comidas gordurosas regadas a muita cerveja. Os espanhóis, por sua vez, possuem uma alimentação mais próxima à mediterrânea e consomem mais moderadamente bebidas alcoólicas.

Os médicos Ramón Estruch, do Serviço de Medicina Interna do Hospital Clínic, e Rosa Lamuela, do departamento de bromatologia e Nutrição da Universidade de Barcelona, garantem que os resultados demonstram que a cerveja bebida com moderação não provoca aumento da massa corporal nem acúmulo de gordura na cintura.

[Oráculo: Estadão]

Nenhum comentário:

Postar um comentário