segunda-feira, 4 de outubro de 2010

A Suprema Felicidade

Mais uma contribuição do Tom, do Notícia Cretina. Quem concorda levanta a mão!    o/


A Suprema Felicidade é um filme que está atualmente nos cinemas. Confesso que não vi e não pretendo ver por ora. Portanto isso não é nenhum tipo de publieditorial.

Não sei do que se trata o filme , mas uma resposta do diretor/autor do filme Arnaldo Jabor (sim, aquele formador de opiniões... duvidosas, mas isso não vem ao caso) disse em uma entrevista quando perguntado sobre o filme , que "A Suprema Felicidade" se tratava de uma visão pura que a criança tem do mundo.

Eu particularmente não consigo ter essa visão nostaugica de que na infância tudo era melhor.

Será que era?

Acho que não! A intensidade e proporções dos problemas certamente que sim, mas isso não diminui a sensação interna de que problema, qualquer que seja, é ruim.

Quando criança os maiores desafios são pegar aquele biscoito em cima da geladeira, escalar aquelas barras de ferro. Quando adulto os desafios são com relacionamentos, trabalho, pressões.

Vai dizer que você nunca xingou internamente alguém quando diz:
Problema é problema, caralho!!!

Definido isso, vamos abordar o conceito da "Suprema Felicidade"

Suprema Felicidade não existe, correto?
Discordo da minha própria retórica!!!

Sim, porque ela existe!

Não, o tempo todo, mas em alguns momentos.

Quando bebemos, quando transamos, quando conversamos, esses são algum pequenos momentos de "Suprema felicidade" que vivemos.

Bem, acho que já disse isso naquele post sobre o prazer, mas como estão diretamente relacionados acho bom repetir.

Olhe esta tirinha...
http://images.orkut.com/orkut/photos/OgAAALAtyzkG-ElH8dgjr6OyHw_YqWaa82QPcNGZW7WIm6oh1GVmw17KrFQBsGfjthGVAKhV4cWMNo1HL3gwcNCXYMgAm1T1UAfv09pTaUPYQO2Lsvi1NMH-gDHj.jpg

E aí? Já pensou nisso? Já pensou que uma busca pela "Suprema Felicidade Divina" pode não existir e você pode abdicar esses lapsos de "Suprema Felicidade" por um tiro no escuro de uma suposta "Suprema Felicidade Eterna"?

Concluindo, problema todo mundo tem, mas a "visão pura do mundo" só depende de você.

E não precisa ser criança.

Como?
Sirva-se!

"Tudo que não presta certamente deixa a vida mais feliz"
- Quando bebe desse Jeito, Matanza

5 comentários: