sexta-feira, 12 de março de 2010

Olhar de monstro

As pessoas transam hoje em qualquer lugar, as vezes fico pensando que deveria existir um festival do sexo livre, todo mundo com todo mundo, sem aquele posicionamento sacana das quatro paredes de um quarto de motel. De preferência, poderia acontecer na primavera. Eu voltei agora para ficar, rs, e falar sobre um desejo perturbador e estranho para a minha mente que ainda questiona certas praticas de fetiches sexuais. Você,querido leitor vai achar uma bizarrice, mas argumentarei nas linhas a seguir que a monstruosidade está no seu olhar. A Teratofilia [O que é isso Sapa?] é a atração sexual por pessoas deformadas. Você tem?Certa vez, estava em um bar com algumas amigas e um amigo ficou interessado por uma delas. As garotas começaram a rir da situação. Mariana era linda e Fábio ficou totalmente empolgado. A guria estava sentada e Fábio chamou-a para dançar. Quando ela levantou, o guri tomou um susto ao ver que ela não tinha uma das pernas. Foi uma situação constrangedora. Ele sentou e começou a tentar conversar normalmente com Mariana. Fiquei com isso na minha mente durante anos. No final da noite, a minha amiga não se deu bem. Não rolou nem um beijinho, selinho gostoso, nada. Algumas pessoas sentem atração por indivíduos amputados que no caso seria uma variação da terotofilia que se chama acrotomofilia (esses nomes de fetiches poderiam ser mais fáceis),mas esse desejo não aconteceu com o meu amigo do olhar cego.Quem nunca quis transar com uma criatura da noite? Eu até gosto de pornografia vampirica. Estou colocando isso, porque vampiros são monstros, dotados de poder, feiura, crueldade. Faça o teste, arranje um gatinho(a) e peça para se fantasiar de Conde Vlad e chupar o seu sangue, entre outros lugares. Isso nos leva ao fetiche sanguíneo que em outra oportunidade será citado. Mas vamos as partes sinceras e argumentativas do assunto. Eu nunca senti esse tipo de atração, mas imagino que a ausência desse querer no meu sexo seja o fato do sistema social de beleza no meu cérebro ser ligado a publicidade e propaganda da beleza que é bela ao olhos. A terotofilia é uma forma de romper com esses absurdos padrões. É como sonhar que está fazendo sexo com Satanás, o diabo é a imagem do monstro que luxuosamente te encanta, mesmo sendo feio, com chifres, bufando enxofre e querendo te levar para o inferno.
Se algum leitor possui um relato sobre uma transa nesse estilo e quiser compartilhar a experiência conosco, a Sapa humildemente agradece. Mais pra frente, falaremos sobre outros fetiches ... Pense com naturalidade. Se você sonha com uma enfermeira loira te chupando na maca de um quarto de hospital, é normal alguém pensar que um Lobisomem deve ser uma delicia na cama.

Beijos,bye bye

17 comentários:

  1. olha a Sapa fodendo com as idéias do leitores, hehe

    gostei do comentário nada a ver com o post no início.. deve mostrar o quão indignada você deve estar que o festival não existe.. eheheh.. eu apóio e até ajudaria a organizar.. só acho que, pra ser legal, as pessoas deveriam ser obrigadas a ficar concentradas num local antes pra fazer exame de DSTs.. heheh

    eu acho que a motivação básica por trás da teratofilia é a mesma de váriooooos outros fetiches: o "grotesco", o "repugnante", o "nojento", o "ridículo" irritam os nossos sentidos.. e se a mente de alguém conseguisse lançar mão dessa fortíssima sensação (a tal irritação), que ocorre a níveis corporal e mental, para despertar os órgãos do prazer, nesse caso, o regozijo dessa pessoa seria extremamente intenso.

    à luz desse argumento, penso mesmo que provavelmente o gozo de quem desfruta de algo (ou de alguém) belo e agradável aos sentidos seja menos poderoso do que o de quem se deleita com "um monstro".

    um exemplo (muito simples, talvez não muito explicativo, porém intuitivo) disso, que está no imaginário de grande parte das mulheres (e de muitos homens), é a fantasia do estupro, narrada no conto Sophia

    ResponderExcluir
  2. Nem sabia que havia que sentisse alguma tara por coisas grotescas, como um monstro. Fico me perguntando onde vai parar o conceito de beleza. Se bem que eu acho que quem gosta desse tipo de coisa, não deve procurar boniteza e nem harmonia.
    Penso que sendo uma criatura bizarra, mosntruosa ou uma situação violenta há a excitação de quem domina e é dominado.

    ResponderExcluir
  3. Kika, não acho que a excitação pela bizarrice precise estar vinculada à idéia de dominação/submissão

    ResponderExcluir
  4. Verdade, mas acho mais explicável e menos estranho tomar assim. Imaginar que haja quem se sinta excitado com criaturas horripilantes ou pessoas com deformidades sérias... sei lá, totalmente anormal isso. Até porque a maioria das pessoas são movidas pela beleza ou, pelo menos, com o que se aproxima dela. Há gosto pra tudo mesmo.

    ResponderExcluir
  5. Putz.O que é beleza uai?Ter vontade de ir para cama com uma pessoa que é vista como um monstro não é normal para muitas pessoas,mas deveria ser.Já pensaram que o belo que vcs acham belo é um padrão,uma regra?Já se perguntaram porque acham tal pessoa sexualmente atraente???Acho que grande parte das pessoas são manipuladas...A real é que muitas pessoas gostam de coisas grotescas mesmo Caio e Kika,o grotesco pode ser excitante e gostoso para muitos.Defendo a felicidade sexual das pessoas e se tem gente que gosta de fazer amor assim,que seja uai,deformado não deixa de ser gente como a gente.Na mente de muitas pessoas não é a beleza que acaba atraindo mas sim os traços que chamamos de feio.Estou pensando assim no momento,mas o legal mesmo deve ser sentir a coisa toda rolando.

    Brigadinha pela presença de comentários no texto,tava hiper insegura.Beijos...

    ResponderExcluir
  6. Sim, o conceito do que é belo é variável por época, lugar, cultura, pessoa... mas todos têm considerações do que é bonito dentro do contexto em que está inserido. Se é manipulação ou não... bem, estamos dentro de uma sociedade. Não dá pra se dissociar de tudo ue dizem, menos ainda do que faz as pessoas nos julgarem. Há uma diferença entre pessoas que não estão dentro do padrão de beleza por não serem magras e tal e as que apresentam deformidades ou coisas com aparências bizarras. Não é a mesma coisa, por isso disse que era estranho. É anormal, porque é incomum.

    No mais, cada um de fato pode sentir atração por quem quiser. Total liberdade todos têm, mas há gostos que são questionados por ouutros (o que pode parecer totalmente ridículo).

    ResponderExcluir
  7. não precisa ficar insegura não, Sapa.. nós, leitores, queremos, e esperamos que nossas idéias sejam fodidas por você.. e você sabe fazer isso, hahah

    a beleza (seja lá o que for isso), está relativamente bem desvinculada de mim com respeito a sexo (obviamente, não em demasia, acho que ninguém está livre disso).

    já senti atração por uma mulher da faculdade extremamente feia.. mas o que me atraiu não foi a feiura em si, mas o jeito dela.. é claro que não dá pra explicar, mas acho que tem a ver com a sua baixa auto-estima, que motivava uma maneira de agir, de olhar, bem submissa.. fiquei bem obcecado por ela, e feliz, por ter mais uma comprovação de que não estou tão preso à beleza assim..

    desde então, isso já aconteceu outras vezes..

    quanto à pessoas deformadas, já pensei nisso e tentaria.. mas nunca tive oportunidade

    ResponderExcluir
  8. Opaaa,tenta ai Caio e conta pra gente,rs.Kika você é um ser DUCONTRA mesmo,hehehhehehehehe.É complicado não seguir o padrão Caio,mas ganhamos muitas coisas quando a mente fica um pouco liberta de todas essas besteiras e sacanagens que manipulam a nossa forma de sentir prazer.

    ^^

    ResponderExcluir
  9. Sou realmente do contra. Posto aqui só para contrariar. Mentira, na verdade comento aqui para ver visões e lados com os quais não concordo e aprender mais. Nada como o contrário.

    Não sei se prazer é manipulável. Acho que talvez seja manipulável no sentido de ser limitado. Se as pessoas não sentissem prazer com as prátyicas convencionais, não ficariam somente nelas. Talvez a perda maior seja na oportunidade de descobrir novas formas de prazer.

    ResponderExcluir
  10. Kika disse: "Não dá pra se dissociar de tudo ue dizem, menos ainda do que faz as pessoas nos julgarem."

    Eu acho que a graça está justamente em tentar se dissociar de tudo que dizem. Ao menos pra pensar sobre isso e mesmo que depois vc volte a aderir. Por exemplo, achei o fetiche da axila extremamente nojento, mas se alguém me dissesse que tem, olharia pra essa pessoa como quem olha pra um objeto de disign fascinante e difícil de compreender e não como quem olha para um objeto quebrado.

    Kika disse: "Há uma diferença entre pessoas que não estão dentro do padrão de beleza por não serem magras e tal e as que apresentam deformidades ou coisas com aparências bizarras." Acho que a diferença reside mais no quanto essas pessoas se inserem ou se aproximam do padrão oficial de beleza do que qualquer outra coisa. É só uma questão d distância de acordo com as regras da sociedade. Ñ é uma diferença real.

    ResponderExcluir
  11. Segundo Schopennhauer essa busca pela simetria seria uma reação instintiva, natural e subsconciente do nosso cérebro tentando identificar qual seriam os parceiros mais compatíveis com nossa carga genética. Quando se trata de reprodução, parceiros com deformidades ou que não apresentam formas simétricas seriam vistos por nossa mente primitiva como reprodutores menos aptos.

    Como já foi mencionado, existe ainda um segundo fator que não é biológico mas cultural, que seria a padronização de estereótipos de beleza. Hoje as grandes corporações condicionam nosso pensamento para que achemos atraente somente um tipo específico de beleza, padrão que eles podem relacionar a determinados serviços e produtos.

    Porém, na prática, nem o fator biológico nem o cultural são capazes de garantir uma transa prazeirosa, pois a excitação sexual depende de muitos outros fatores além da simples busca pela beleza. Existe um artista plástico chamado Austin Osman Spare que insistia justamente na idéia de que era preciso romper com esses dogmas culturais e biológicos para alcançar a plena satisfação dos sentidos. Mudando o foco da mente ele se dizia capaz de enxergar beleza em padrões pouco convencionais (tanto que uma de suas mulheres foi uma anã), ele dizia que adotando esse paradigma mais abrengente ele havia deixado para trás a velha sexualidade e evoluido para uma nova sexualidade, muito mais poderosa e intensa, sexualidade que servia de "combustível" para suas criações artísticas.

    ResponderExcluir
  12. Agora sobre o texto... Td isso me fez lembrar um comentário do Caio no seu texto sobre os putinhos ou qq coisa assim (ñ vou procurar pra botar o link aqui, usem a pesquisa lá em cima). Ele disse q há preconceito contra o feio. Sempre pensei assim. Afinal, a mulher feia ainda tem as mesmas chances d beijar bem q uma bonita (OK, mulher bonita beija mais e tem mais experiência, mas foda-se, tem gente q ñ aprende nunca, então experiência ñ conta tanto assim)e ela ainda tem buceta, cu, boca, mãos (excluindo algumas, claro)... A questão é q, em princípio, todas podem fazer a mesma coisa e te proporcionar fisicamente o mesmo grau de prazer. A diferença fica no psicológico. E deixamos a sociedade nos dizer por quem nos sentir atraídos. Eu também faço isso, mas acho errado.

    E eu já conheci um cara q confessou fetiche por mulheres sem braços e/ou sem pernas. Marido de minha prima. Minha prima ñ é assim ñ, OK? Ele só tinha o fetiche. Segundo ele, morria d vontade d ver uma mulher gozando, desesperada para abraçá-lo, arranhá-lo, envolvê-lo com as pernas ou qq coisa assim e sem poder. Acho q isso deixaria o prazer dela mais evidente, sei lá... Também curto a agonia feminina, mas ñ desta forma.

    P.S.: Eu nem imagino Satanás como feio e com cifres (imagem, aliás, criada pela Igreja e baseada no deus Pan, da mitologia grega). Imagino ele com feições até delicadas, esguio, jeito decidido, sedutor e sempre com um bom chapéu.

    P.S.2: "é normal alguém pensar que um Lobisomem deve ser uma delicia na cama" Jake, vc é lindoooooo! =P

    ResponderExcluir
  13. Pode crer, Ozzie! Tinha esquecido desse fator biológico. Maldita mania q eu tenho d achar q td é cultural. Ainda assim, concordo c/ o artista q vc citou. Ambos os "dogmas" precisam ser rompidos.

    ResponderExcluir
  14. "olharia pra essa pessoa como quem olha pra um objeto de disign fascinante e difícil de compreender e não como quem olha para um objeto quebrado" - comigo é exatamente como com o Will.. eu me admiro por pessoas que se libertam dos tabus e descobrem gostos diferentes, pois isso é um sintoma de liberdade.. todo mundo deve ter uma "bizarrice" que gosta na cama, não é possível que não tenha

    ResponderExcluir
  15. Ozzie, esse lance da atração por simetrias tem comprovação científica.. já li uma matéria na SuperInteressante sobre.. se se interessar, dá uma pesquisada no site da Super (eles tem as matérias arquivadas lá)

    pois já virei fã do Austin Osman Spare sem nem mesmo conhecer nada da obra dele! me identifiquei demais, eu também a todo tempo enxergo "beleza em padrões pouco convencionais"! vou pesquisar sobre.. ele deve vir a merecer até uma postagem

    ResponderExcluir
  16. Olá novamente!

    Will, Caio, valeu pela dica! Estudei simetria bilateral no curso de desenho artístico. Mas vou ler a matéria na SuperInteressante, sim! Tenho certeza que vai me acrescentar e me atualizar em muitos conceitos.

    Quanto ao Austin, vale a pena mesmo. Tanto suas pinturas quanto seus escritos, tem muito dos temas que temos discutido aqui ultimamente.

    Sapa, vc é das minhas e não abro mão!!!

    Kika, Não tive a oportunidade de comentar isso no outro tópico sobre o conto do Marquês, mas acho que, com o estímulo adequado, respeito e consentimento, vc conseguiria sentir muito prazer ao ser subjugada em uma sessão de sadismo e submissão.
    Bem...talvez não...rs, talvez o seu instinto natural seja mais o de uma dominadora e no futuro vc acabe descobrindo que gosta de tratar os homens como cachorrinhos de estimação...huuaahahahaha!

    Aposto que tem muitos caras por aí que adorariam que vc fisesse com eles o mesmo que o cara fez com garota no conto do Marquês. hahahaha.
    Mas é brincadeira, viu?! Não vá ficar com raiva de mim por conta disto! Beijão pra vc!

    Até mais pessoal!
    Fui!

    ResponderExcluir
  17. uawww!!! acabei de descobrir q me enquadro nesse tipo de tara...

    ResponderExcluir