sábado, 27 de março de 2010

Hora do Planeta

No sábado, 27 de março, entre 20h30 e 21h30 (hora de Brasília), o Brasil participa oficialmente da Hora do Planeta. Das moradias mais simples aos maiores monumentos, as luzes serão apagadas por uma hora, para mostrar aos líderes mundiais nossa preocupação com o aquecimento global.

Acho que não só para mostrar aos líderes, mas a nós mesmos. A iniciativa leva as pessoas a voluntariamente darem sua pequena contribuição individual em prol de um bem maior. Mostra que é possível. Passa uma  idéia de união que temos visto cada vez menos ultimamente.

A Hora do Planeta começou em 2007, apenas em Sidney, na Austrália. Em 2008, 371 cidades participaram. No ano passado, quando o Brasil participou pela primeira vez, o movimento superou todas as expectativas. Centenas de milhões de pessoas em mais de 4 mil cidades de 88 países apagaram as luzes. Monumentos e locais simbólicos, como a Torre Eiffel, o Coliseu e a Times Square, além do Cristo Redentor, o Congresso Nacional e outros ficaram uma hora no escuro. Artistas, atletas e apresentadores famosos ajudaram voluntariamente na campanha de mobilização.

Estamos então fazendo a nossa parte aqui na SD, galera. Aproveitem o momento para um jantarzinho à luz de velas regado a um bom vinho. E, como não precisa acender as luzes assim que der nove e meia, apaguem as velas e bom sexo.

4 comentários:

  1. Um bando de gente sendo convocada para apagar as luzes sem nem saber o porquê disso (vi várias pessoas simplesmente falando que esse evento era para ajudar o mundo e ponto) , terem consciência de meio ambiente ou terem, ao menos, alguns pequenos atos de preservação, educação ambiental e tal. No fim, é um bando de gente (só para fazer número) apagando as luzes. Aliás, só isso já desconstroi a ideia de união. Mas enfim... cada um que se sinta com a consciência mais tranquila com ações do tipo.

    ResponderExcluir
  2. descontrói a idéia de união por quê?

    ResponderExcluir
  3. União no ato de apagar as luzes? Pelos ideais e engajamento numa causa certamente não se pode falar de união.
    Aliás, totalmente hipócrita essa ação de apagar as luzes. Vão passar a consumir menos energia, deixar o ar-condicionado ou o microondas de lado? Faz uma ação que aparentemente parece coletiva, mas continua-se no individualismo e comodismo de cada um. O bom é que se fica bem na foto, já que o indivíduo que faz essa tão nobre ação posa de preocupado com o meio ambiente. Francamente...

    ResponderExcluir
  4. A idéia dessa intervenção urbana de âmbito mundial é chamar a atenção das autoridades, não do cidadão comum. Ainda assim, aposto que chama a atenção de alguns "meros mortais" também. Gera discussões e pode sim mudar os hábitos de alguns. A maioria continua gastando eletricidade sem se preocupar? Provavelmente. Mas sei q ñ é uma ação vazia e sem conseqüências só por causa disso. Prefiro me unir a uma causa em q a maioria não está lá pelos motivos certos, mas que tem chance de causar ao menos uma pequena mudança do que ficar do lado de fora só criticando quem participa sob o argumento de que não possuem o ideal correto para aquilo. Isso sim me parece comodismo. Me parece mais válido participar da ação e tentar ao máximo esclarecer aqueles que não compreendem a importância dela.

    "apaguem as velas e bom sexo" ^_^

    ResponderExcluir