terça-feira, 30 de junho de 2009

Desculpe interromper o silêncio da sua viagem...

Olá, leitores da Sociedade Dionisíaca!
Meu nome é Maíra, podem me chamar de May (lê-se 'mei', algumas amigas me chamam assim) ou Mai (lê-se 'mai', outras amigas me chamam assim), eu atendo das 3 formas. Fui convidada pelo Will a postar aqui no blog, o porquê eu não sei, vá entender...

Conheci o Will e o Rafael no CMRJ, e apesar de ter a mesma idade do Rafael, só me formei no colégio 2 anos depois. Não, eu não repeti. entrei um ano atrasada no colégio, e o Rafael entrou um ano adiantado. Mas isso não nos impediu de nos conhecermos, e nos tornarmos amigos.
Sou estudante de Cinema, e acho que isso já diz muito da minha relação com a vida e com Baco. Acredito que só a arte pode fazer nossa vida ser mais do que mera passagem sem sentido pela Terra...

Sou tão Poliamorista quanto o Rafael, acho sinceramente ridícula a idéia (reforma ortográfica pra puta que a pariu!) de que só podemos ou devemos amar uma única pessoa, e acredito que não teremos paz enquanto não pudermos amar todos aqueles que sejam... bem, "amáveis" (deu pra entender, né?). Sou feminista, mas não femista, heterossexual, mas não do tipo que "respeita a escolha" de quem não o é. Pra mim já é algo tão normal quanto o fato de alguém amar salada de agrião, coisa que eu não gosto.

Bebo, sim, obrigada, mas sou seletiva em relação ao que eu bebo, assim como em relação a qualquer coisa que vá tocar minha boca.

Gosto de moda e outras viadices, mas não como a patricinha acéfala que vai ao shopping patriciar e surta na frente de uma vitrine, mas como alguém que analisa a história do mundo através do que se vestia e veste e usa, e alguém que tem uma admiração imensa por tudo o que é belo.

Amo comida, de paixão, e cozinho bem, costuro bem, sei cuidar de uma casa, e me ofendo quando me chamam de prendada, porque não aprendi nenhuma dessas coisas objetivando casamento, que aliás como vocês devem imaginar não faz parte dos meus planos, assim como filhos.
Acho que por hoje já falei demais, conforme eu for escrevendo aqui vocês vão saber mais a meu respeito.

Beijos!

Will: Começo a achar que a defesa do poliamor é um critério (que nem eu sabia) pra escolha das pessoas que são convidadas a escrever... Seja bem vinda, May/Mai. Continue cambaleando pelos caminhos que levam a Dionísio. Estamos juntos nessa jornada.
Evoé!

sexta-feira, 19 de junho de 2009

Carmina Burana neste fim de semana

A Escola de Música da UFRJ fará apresentações da Cantata CARMINA BURANA de Carl Orff nos dias 20 e 21 de junho, às 18:30, na própria escola. O endereço é Rua do Passeio, nº98 - Centro. É de graça e estão todos convidados.



Os carmina burana são textos poéticos contidos em um importante manuscrito do século XIII, o Codex Latinus Monacensis. O códex comprende 315 composições poéticas, em 112 folhas de pergaminho. Atualmente o manuscrito encontra-se na Biblioteca Nacional de Munique. Carl Orff, descendente de uma antiga família de eruditos e militares de Munique, teve acesso a esse códex de poesia medieval e arranjou alguns dos poemas em canções. O códex é dividido em seis partes:

- Carmina moralia et satirica (1-55), de caráter satírico e moral;
- Carmina veris et amoris (56-186), cantos primaveris e de amor;
- Carmina lusorum et potatorum (187-228), cantos orgiásticos e festivos;
- Carmina divina, de conteúdo moralístico-sacro (parte que provavelmente foi adicionada já no início do século XIV).
- Ludi, jogos religiosos.
- Supplementum, suplemento com diferentes versões dos carmina.


E, pra quem ainda duvida do caráter dionisíaco da obra, destaco aqui a tradução de uma das letras, que desde já entra pra nossa linsta de brindes/orações.

Quando estamos na taberna

Quando estamos na taberna,
não pensamos na morte,
corremos a jogar,
o que nos faz sempre suar.
O que se passa na taberna,
onde o dinheiro é hospedeiro,
podeis querer saber,
escutais pois o que eu digo.

Uns jogam, uns bebem;
uns vivem licenciosamente.
mas dos que jogam,
uns ficam em pelo,
uns ganham aqui suas roupas,
uns se vestem com sacos.
Aqui ninguém teme a morte,
mas todos jogam por Baco.

Primeiro ao mercador de vinho,
é que bebem os libertinos;
uma vez aos prisioneiros,
depois bebem três vezes aos vivos,
quatro a todos os cristãos,
cinco aos fiéis defuntos,
seis às irmãs perdidas,
sete aos guardas florestais.

Oito aos irmãos desgarrados,
nove aos monges errantes,
dez aos navegantes,
onze aos brigões,
doze aos penitentes,
treze aos viajantes.
Tanto ao Papa quanto ao Rei
bebem todos sem lei.

Bebe a amante, bebe o senhor,
bebe o soldado, bebe o clérigo.
Bebe ele, bebe ela,
bebe o servo com a serva,
bebe o esperto, bebe o preguiçoso,
bebe o branco, bebe o negro,
bebe o sedentário, bebe o nômade,
bebe o estúpido, bebe o douto,

Bebem o pobre e o doente,
bebem o estrangeiro e o desconhecido.
bebe a criança, bebe o velho,
bebem o prelado e o diácono,
bebe a irmã, bebe o irmão,
bebe a anciã, bebe a mãe,
bebe este, bebe aquele,
bebem cem, bebem mil.

Seiscentas moedas não são suficientes,
se todos bebem imoderadamente
sem freio.
bebam quanto for, o espírito alegre,
Todo mundo nos denigre,
e assim ficamos desprovidos.
Que sejam confundidos os que nos difamem
e sejam seus nomes riscados do livro dos justos

Io io io io io io io io io io!

segunda-feira, 8 de junho de 2009

Semana 7 de junho a 13 de junho

07/6

G1: O ator David Carradine (o Bill, de "Kill Bill") morreu na quarta, dia 3, em Bangcoc, na Tailândia em provável acidente de masturbação. Seu corpo foi encontrado nu no hotel em que estava hospedado durante as filmagens de "Stretch", seu novo filme. A hipótese de suicídio foi logo descartada, pois além da corda em seu pescoço, havia uma corda enrolada em seu pênis. A família quer que o FBI investigue e pretende processar quem publicar as fotos do corpo do ator.


09/06

G1: Um casal norte-americano pode ser despejado de sua residência em Boulder, no estado do Colorado, por andar seminu em seu próprio terreno. Robert Pierce, foi visto de cueca, enquanto Catharine Pierce usava uma calcinha e um tapa-seios no jardim. Tecnicamente, não estão infringindo a lei por não estarem expondo suas genitálias, mas a Boulder Housing Partners, instituição que facilita a compra de casas populares e responsável pelo imóvel, possui uma cláusula que proíbe comportamentos incômodos sob pena de despejo em caso de violação.

quarta-feira, 3 de junho de 2009

Introdução ao Vinho

O filho de Zeus reuniu seus seguidores em uma colina e lhes disse:
- Apresento a vós o vinho. Conhecei-o e conhecereis a natureza divina.

Já postei aqui sobre as reportagens a respeito da xoxota feitas pelo Marcelo Tas. Encontrei agora uma postagem a respeito de video-aulas sobre o vinho. Coloco aqui dois dos videos que encontrei. São em inglês, mas no Blog do Vinho tem dois em português que eu não consegui colocar aqui.

Entre os gringos, destaco um que coloca um somelieur viajando pela Europa com um simples apreciador dos vinhos. Cabeça e coração unidos em uma emocionante saga etílica.



Outro video particularmente interessante é este aqui abaixo. Susan Sterling, desnuda, desnuda o vinho. Estratégia de marketing ou reflexão prática da filosofia por trás de suas intenções, o video apresenta informações de forma simples, direta e didática.



Encerrando essa busca pelo conhecimento vinícola, forneço a fonte, a enciclopédia, o livro virtual sagrado para aqueles que desejam compreender melhor a natureza divina. É o Wine and Food Tube, que organiza videos do gênero à medida que vão sendo postados no youtube.